Diz-se que a chamada geração “millennials”, uma definição criada pelos autores norte-americanos William Strauss e Neil Howe em 1991, não pensa no seu futuro. Mas afinal como é que os millennials gerem o seu dinheiro?

Os millennial são uma geração que não pensa no futuro, pelo menos financeiramente. Na prática, falamos dos cidadãos que nasceram entre 1980 e 2000, de entre os quais a fornada mais nova está a entrar na idade adulta. E que não conseguem sequer conceber como viver sem interações digitais. Segundo dados da Comissão mexicana para a Proteção e Defesa dos Utilizadores de Serviços Financeiros (Condusef), 30% dos jovens não mostra interesse pela cultura financeira e prefere gastar em experiências, em vez de poupar as suas receitas.

A pensar nesta realidade, a start-up mexicana Kueski traçou cinco cenários para entender as finanças de um millennial, avança o Entrepreneur.

  1. Vivem com os seus pais ou colegas de quarto para poupar

A maioria dos jovens decide alargar a estadia em casa dos seus pais por motivos económicos. Os ordenados dos recém-contratados mexicanos oscilam entre os 5.000 e os 10.000 pesos (247 euros e os 495 euros), pelo que os millennials mexicanos optam por viver na casa dos seus pais em média até aos 28 anos, de acordo com um estudo da start-up Dada Room.

Outra alternativa é partilhar o apartamento com companheiros de quarto. Segundo a consultora Atlantia Search, cerca de 65,7% dos jovens decidem partilhar a casa com outros, para reduzir custos e responsabilidades.

  1. Não pensam na reforma

Os millennials são uma geração que n%

Comentários