Em 2017 quando fui convidado para ser mentor em Moçambique num evento, o Seedstars Summit, direcionado às start-ups africanas ia muito curioso, apesar de já ter boas referências com o excelente trabalho do Fred (e do seu sócio Tiago com a UX ou do Biscate – esta última uma versão local da Zaask), mas fiquei verdadeiramente impressionado com empreendedores como o Titos (IZYSHOP), por exemplo.

Aprendi imenso nos dias em que estive em contacto com empreendedores de Angola, Moçambique, Botswana, Nigéria ou Ruanda. Recordo-me de uma reportagem, no final de 2017, no National Geographic cujo subtítulo era “Inspired by Silicon Valley, young entrepreneurs are bringing life-improving innovations to sub-Saharan communities.”

As plataformas que permitem acompanhar os investimentos e investidores em start-ups indicam que as 33 start-ups que mais dinheiro angariaram na primeira metade de 2019 no continente africano angariaram quase 130 milhões USD. O continente é complexo, com enormes assimetrias, diferentes contextos políticos, ideológicos entre muitos outros, mas não deixa de ser, pelo menos para mim, um sinal importante num continente com mais de 1.3 mil milhões de habitantes e com uma média de idades de 19,4 anos, segundo o Economist, e cuja esperança média de vida é naturalmente outro desafio complexo.
A eventual efetivação do “African Continental Free Trade Agreement“ fará de África um mercado de comércio livre o que trará certamente muitas e novas oportunidades, quem sabe um motivo adicional para as start-ups procurarem num mercado com 1.3 mil milhões de consumidores o seu sucesso.

Curiosamente o número total de investimento de 2019 em África é 18% inferior ao período homólogo de 2018, mas na média dos últimos anos. Como seria previsível a Nigéria, com 27%, e a África do Sul, com 23%, são os países com maior número de transações e investimentos, metade dos investimentos do continente entre Lagos e a Cidade do Cabo, os dois principais Hubs de negócios destes dois países. Outros países como o Egito, Quénia, Gana, Uganda, Zâmbia ou as Ilhas Maurícias são a segunda linha ao nível de atração de investimento para atart-ups.

Um dado estatístico interessante reside no facto do número de investimentos Pre-Seed ter aumentado significativamente e da tipologia de investimento Non-Equity Assistance (investidor sede espaço, escritório ou apoio logístico sem receber “equity” por este serviço prestado) deixar de ser utilizada. Esta última tipologia era uma tendência crescente até ao seu auge em 2016, mas diminuiu nos anos seguintes e até ao momento, em 2019, não houve este tipo de investimento registado. O número de investimentos “Seed” e “Series A” parece ter estabilizado. Quem sabe se o citado acordo de “Free Trade” em todo o continente africano possa exponenciar estes números, se não em 2019, que seja em 2020 e nos anos subsequentes.

Houve 33 start-ups a angariar (³100.000 USD) 129 Milhões USD em oito países diferentes, a saber: nove no Egito, oito na África do Sul, sete na Nigéria, três no Gana e Quénia e uma nas Maurícias, Senegal e Tanzânia. As principais áreas de investimento foram os Serviços Financeiros (9), E-Commerce (5), Serviços B2C (4), Serviços B2B (3), Educação (3), Transportes e Logística (3), Saúde (2), Agricultura (2), Retalho (1) e Indústria (1).

O Top 10 das start-ups que angariaram mais dinheiro no primeiro semestre de 2019:

Swvl Transportes Egito 42.000.000 USD https://swvl.com/
African Leadership Academy Educação África do Sul 30.000.000 USD http://www.africanleadershipacademy.org/

 

 

African Leadership University Educação Maurícias 21.433.623 USD https://www.alueducation.com/

 

mPharma Saúde Gana 12.000.000 USD https://www.mpharma.com/

 

PEG Serviços Financeiros Gana 5.000.000 USD https://pegafrica.com/

 

SweepSouth Ecommerce África do Sul 2.090.763 USD https://sweepsouth.com

 

VALR Serviços Financeiros África do Sul 1.500.00 USD https://www.valr.com/

 

Yumamia Serviços B2C Egito 1.500.00 USD https://egypt.yumamia.com

 

Flow Serviços B2C África do Sul 1.468.496 USD https://www.flowsa.com/

 

BuyCoins Serviços Financeiros Nigéria 1.100.00 USD https://buycoins.africa/

 

 

Se as start-ups são um barómetro da inovação… é por este tipo de negócios que “ela tem andado em África”!

 

Comentários