Foi lançada na semana passada, por ocasião do arranque da sétima edição do concurso televisivo Secret Story, uma nova aplicação desenvolvida com base num sistema de inteligência artificial.

O projecto foi desenvolvido pela empresa portuguesa Viva Superstars e vai permitir que a popularidade dos concorrentes seja avaliada pelos utilizadores. A app apresenta-se como um complemento essencial ao reality show. Vai oferecer aos seus utilizadores funcionalidades de interatividade baseadas num avançado sistema de reconhecimento facial.

O processo é simples: quando o programa está no ar, os utilizadores podem exprimir duas emoções Amor ou ódio. Simultaneamente, a app cruza estas opiniões expressas pelos utilizadores com o reconhecimento facial dos concorrentes em cena, atribuindo-lhes automaticamente uma pontuação em percentagem. A popularidade dos concorrentes poderá ser acompanhada, em tempo real, através de gráficos individualizados.

As galas do concurso, assim como as nomeações dos concorrentes, são transmitidas em direto na app onde é possível aos espectadores exprimirem as suas emoções, não só sobre o programa em geral, mas especialmente sobre cada concorrente. Também é possível acompanhar e participar nas comunidades, que agregam informação e chats por concorrente específico, e fazer gravações de clips em playback com citações conhecidas da VOZ. As comunidades portuguesas residentes no estrangeiro têm acesso ao programa na integra através da app. Com esta parceria, a Viva Superstars e a TVI  puseram em prática um projecto de tecnologia de interação com tv e streaming de vídeo.

Refira-se que a Viva Superstars é uma empresa especializada na criação de aplicações móveis que vieram transformar a forma como as pessoas se ligam e interagem com programas de televisão e eventos ao vivo.

Comentários