“Um empreendedor pode criar uma empresa de pijama”, afirma Suranga Chandratillake, sócio da Balderton Capital, em Londres, num artigo publicado recentemente no jornal espanhol “Expansión”.

À primeira vista, pode parecer que Chandratillake defende que a forma como se apresenta a um investidor ou parceiro não tem qualquer relevância. Ou até que, seguindo o exemplo de Mark Zuckerberg, o CEO e cofundador do Facebook, não há nada de errado em usar uma t-shirt e sweatshirt com capuz numa reunião de negócios. Mas na verdade, causar uma boa impressão pode fazer toda a diferença para quem está a iniciar um negócio.

Um bom projeto ou empresa é sempre atrativo para os investidores, que avaliam o potencial de crescimento e de expansão de um negócio, o mercado em que se insere, a estratégia de inovação e de diferenciação, entre muitos outros fatores. Mas estes também analisam os riscos associados, bem como o perfil dos seus fundadores e líderes. Afinal, o seu dinheiro vai ser gerido por estas pessoas e convém que inspirem toda a credibilidade e confiança, certo?

6 conselhos de imagem para os empreendedores:

  1. Tem uma apresentação ou reunião? Analise o local e o seu público

Pode parecer um pormenor, mas solicitar um investimento bancário é muito diferente de dar uma palestra numa universidade ou de marcar uma reunião numa empresa. Numa instituição bancária, o seu interlocutor vai usar um fato com gravata e irá ser recebido num ambiente corporativo. Ou seja, se for demasiado informal, como é o caso de uma t-shirt, jeans e ténis, vai sentir-se desajustado e até pode passar uma impressão negativa. A ideia é de que as pessoas se lembrem de si pelo seu projeto e potencial e não pela forma como estava (mal) vestido. Por outro lado, as empresas de tecnologia, por exemplo, adotam uma indumentária casual, o que significa que se for de fato e gravata pode sentir-se demasiado bem vestido e desenquadrado. Avalie e esteja à altura de cada situação.

  1. Mantenha alguma coerência na sua imagem

Não se esqueça de que uma parceria ou investimento pode significar uma relação a longo prazo. Portanto, será estranho ir demasiado formal na primeira reunião e depois aparecer vestido de forma desportiva nos encontros seguintes. Escolha um meio-termo, usando uma camisa, com uns jeans escuros e um blazer nas reuniões, se pretender um look mais casual, mas não desleixado. Além disso, uma camisa pode esconder as tatuagens e o blazer é perfeito para uma situação de stress, já que cobre eventuais manchas de transpiração na camisa. Lembre-se de que a falta de coerência pode transmitir uma mensagem contraditória. 

  1. Estude a imagem que pretende transmitir

Na política é muito comum escolher o vestuário e as cores de acordo com a mensagem que pretende passar. Se quer transmitir uma imagem de confiança, estabilidade e tranquilidade, então o azul é a melhor cor. Neste caso, opte por um fato ou blazer azul. Por outro lado, se quer realçar a sua capacidade de liderança e dinamismo, o vermelho é uma boa aposta, podendo recorrer a uma gravata ou a um lenço de bolso neste tom. Antes de decidir o que vestir, avalie sempre qual é a imagem que pretende transmitir: conquistar a confiança do seu público ou mostrar que é uma pessoa criativa e inspiradora? Use as roupas a seu favor.

  1. A sua apresentação deve refletir a área de negócio

Se está na área da moda e da cosmética, então uma boa opção será usar a sua marca, de forma a realçar o quanto acredita nela. Com exceção de lingerie, fatos de banho e outros produtos em que esta regra não se aplica. Mas tenha atenção aos excessos, pois “menos é mais”. Não precisa de usar tudo ao mesmo tempo. Se a sua empresa é de serviços, então reja-se pelo dress code da sua indústria, mas vista-se um nível acima. Não se esqueça de que está a iniciar o seu negócio e de que vai precisar de atrair o interesse de investidores e parceiros. Além disso, tem de validar o seu potencial e valor, pelo que evite distrações e incoerências na sua apresentação. Um empresário deve inspirar os outros e a roupa faz parte deste processo.

  1. Recorra a um elemento chamativo

A maioria dos executivos têm muitos encontros com empresários e, por vezes, torna-se difícil distinguir uns dos outros. Se usar algo chamativo, os investidores vão ter maiores probabilidades de prestar-lhe atenção e de se recordarem de si. No caso dos homens, esta peça statement pode ser um colete, um lenço de bolso, uma gravata, uns botões de punho ou um tom de azul diferente.

  1. Evite os erros mais comuns e siga as regras básicas de estilo masculino

Qual deve ser o comprimento ideal da gravata? Que meias devo usar com aquelas calças? Quais são as regras dos botões num casaco? Como devo escolher um blazer? Ou que fato devo usar nesta ocasião? Estas são as dúvidas mais frequentes, por parte dos homens. Saiba mais neste artigo.

Comentários

Sobre o autor

Rita Carvalho

Rita Carvalho é consultora de Comunicação e Imagem. Autora do livro “Imagem Profissional, Guia de Estilo”, é licenciada em Relações Públicas, tem uma pós-graduação em Comunicação e Gestão Das Organizações, e o curso de Imagem Pessoal e Profissional da Blossom... Ler Mais