A fabricante norte-americana de carros elétricos revelou ontem os novos produtos da marca. Um camião com uma autonomia de 800 quilómetros e o novo roadster que demora 1.9 segundos dos 0 aos 100.

Depois de ter anunciado o pior trimestre de sempre ao nível dos resultados financeiros, a Tesla revelou ontem, às quatro da manhã em horário português, dois novos veículos.

Camião | Tesla Semi

Tesla revela camião e “carro mais rápido do mundo”

Apesar de não ser o primeiro camião elétrico a ser apresentado ao público (o primeiro foi o “Mercedes-Benz Electric Truck”), o novo veículo da Tesla apresenta algumas funcionalidades revolucionárias. Enquanto que a invenção da Mercedes tem uma autonomia de 200 quilómetros, estando, assim, apto para entregas diárias de curtas distâncias, o camião da Tesla é capaz de percorrer perto de 800 quilómetros em autoestrada.

Parte do problema desta nova máquina da empresa de Elon Musk seria o recarregamento da bateria. De forma a tornar o camião mais eficiente, a Tesla garantiu, na sessão de apresentação, a colocação de carregadores de alta eficiência – que produzem eletricidade através da energia solar – por todo o mundo. A marca refere que um carregamento de 30 minutos dará uma autonomia ao camião superior a 600 quilómetros.

Outra componente diferente deste camião é que,  tal como os outros veículos elétricos, tem uma caixa de mudanças automática, o que pode melhorar substancialmente a experiência de condução dos seus ocupantes. E apesar de não ser construído para corridas, o Tesla Semi demora cinco segundos a atingir os 100 km/h (sem reboque). Com a carga máxima, de 36 toneladas, o veículo demora 20 segundos a atingir a mesma velocidade. De forma a facilitar a produção do novo veículo, a equipa de engenheiros da Tesla desenvolveu o camião com peças do Model 3.

Tesla revela camião e “carro mais rápido do mundo”O seu design revela também uma nova abordagem à indústria. Para além de ser construído de forma a dar o máximo de eficiência ao nível da aerodinâmica, a cabine foi concebida para ter o condutor no meio e, como não podia deixar de ser, há dois ecrãs táteis ao lado do volante.

O grande ponto de diferenciação, e é aqui que esta nova criação se distingue, do Tesla Semi é o facto de ser 100% movido a energia elétrica. Apesar de não ter a autonomia de um camião a diesel – que facilmente percorre 1500 quilómetros com um tanque -, a componente ecológica e o facto de ser um investimento que acaba por compensar a longo prazo (dados do site oficial referem que há poupanças de combustível superiores a 170 mil euros), pode pesar na decisão final das transportadoras.

Tesla Roadster

Tesla revela camião e “carro mais rápido do mundo”

O camião não foi a única revelação da noite. Também foi estreado o novo roadster que, segundo a Tesla, é o carro mais rápido do mundo (a nível de aceleração). Não só tem um poder de aceleração que demora apenas 1.9 segundos dos 0 aos 100 km/h, como também tem uma velocidade máxima de 400km/h.

Este novo roadster vai estar disponível a partir de 2020 e vai custar entre 170 e 215 mil euros. Durante a cerimónia, a Tesla permitiu a realização de um test-drive. Para terem a possibilidade de experimentar o carro, os aficionados da marca tinham de fazer um depósito de 50 mil dólares (42,5 mil euros) que servia de adiantamento para comprar o novo carro quando este tivesse disponível.

A autonomia máxima é de 1000 quilómetros e, ao contrário de grande parte dos roadsters das outras marcas, o novo carro da Tesla tem quatro lugares, sendo assim um carro passível de ser comprado para a família.

Pode ainda ver os highlights do evento neste vídeo:

Comentários