Novo projeto permite aos consumidores participarem em todo o processo que envolve os produtos do campo, desde a sua origem, à colheita, até à sua confeção. Atualmente estão já disponíveis 9 produtores com a capacidade de proporcionar diversas experiências.

Criada em fevereiro de 2017, em Alenquer, com uma estratégia direcionada para o mercado nacional e internacional, a start-up Campónio apresenta-se ao mercado com um novo projeto que permite ao consumidor viver a experiência da produção agrícola com os respetivos agricultores/produtores locais.

O Campónio funciona como uma plataforma online agregadora de experiências que se diferenciam por serem realizadas diretamente com verdadeiros produtores locais, explica a empresa em comunicado. As experiências permitem ao cliente não só conhecer, mas principalmente participar em todo o processo que envolve os produtos do campo, desde a sua origem, à colheita, até à sua confeção.

“A criação do Campónio surge da necessidade de muitas pessoas, particularmente nos centros urbanos conhecerem a verdadeira origem dos produtos que consomem diariamente. Essa aquisição de conhecimento é realizada através de experiências diretamente com os principais intervenientes do campo – os produtores e agricultores locais – e incluí visita às produções agrícolas, workshops práticos, experiências de colheita e degustação/almoço nas próprias produções agrícolas”, explicou Estêvão Anacleto, fundador do Campónio.

Foi em junho de 2016, após várias visitas a explorações agrícolas, que Estêvão Anacleto, licenciado em Engenharia do Ambiente, teve a ideia de criar uma plataforma que permitisse a qualquer pessoa visitar e conhecer os verdadeiros produtores agrícolas locais, dando a oportunidade a estes de comercializarem diretamente os seus produtos.

Desde o início do projeto que o trabalho se tem focado na angariação de novos parceiros. Atualmente estão já disponíveis 9 produtores com a capacidade de proporcionar diversas experiências, entre as quais acompanhar o processo de criação de cogumelos shiitake, conhecer uma exploração de Framboesas, ver como se criam morangos suspensos, visitar uma exploração de ervas aromáticas biológicas, ver como se produzem caracóis em estufa, conhecer os processos inerentes a uma quinta biológica, participar na elaboração de cerveja artesanal, conhecer como se plantam hortaliças sem solo e fazer um passeio de barco no Tejo até à quinta.

A estratégia do Campónio centra-se na aposta na variedade das experiências, nas várias áreas da agricultura. Acreditamos que temos um produto diferenciador, tanto para o mercado nacional como internacional. Cada vez mais se torna importante conhecer a origem dos alimentos que consumimos diariamente, as pessoas devem estar informadas, devem conhecer quem produz, como é produzido e como chega à nossa mesa, esta é a base do crescimento que se tem verificado no consumo de alimentos saudáveis e na introdução de dietas que potenciam estilos de vida saudáveis. Esta é uma indústria em expansão onde temos, uma vez mais, a oportunidade de provar o valor e o talento nacional através dos nossos produtores locais”, comentou Estêvão Anacleto.

 

 

 

Comentários