A The Invested Investor foi criada pelo eleito melhor business angel do Reino Unido e espera poder ajudar start-ups de todo o mundo no começo dos seus negócios.

O novo projeto, The Invested Investor, criado pelas mãos do business angel mais bem-sucedido do Reino Unido, Peter Cowley, quer ajudar a nova geração de start-ups a evitar erros comuns e a alavancar os seus negócios para uma estratosfera global.

Isto vai ser feito através da partilha de experiências, que incluem histórias de fracasso, sucesso e conselhos de business angels, investidores e empreendedores experientes. O conteúdo vai estar disponível na plataforma investedinvestor.com e vai contar com formatos como vídeo, podcasts e artigos escritos. Está também previsto o lançamento de um livro para o último trimestre de 2018.

Peter Cowley, o business angel à frente do projeto. Fonte: The Invested Investor.

Para além da componente online, o The Invested Investor vai também contar com eventos físicos como apresentações e conversas com pessoas experientes no ecossistema de start-ups. O business angel que está à frente do projeto, Peter Cowley, explicou ao Business Weekly que apesar da plataforma ter começado com a comunidade de Cambridge, vai-se rapidamente expandir para o resto do mundo.

O projeto já está online na Polónia e já teve interessados das comunidades de investidores de França, China, Dinamarca, Israel e Estados Unidos.

A visão de Cowley para o projeto passa por ter duas grandes soluções: ajudar os investidores e empreendedores a melhorarem as suas competências para educar start-ups e outros empreendedores menos experientes; e a possibilidade de melhorar as probabilidades de sucesso de novos negócios por todo o mundo.

Em entrevista ao Business Weekly, Alan Cowley, filho de Peter Cowley e gestor do The Invested Investor, explicou que “os melhores investidores anjo e empreendedores experientes não estão só a investir o seu dinheiro; estão a investir o seu tempo e também uma grande parte da sua emoção, experiência e amizade. O potencial alcance do nosso modelo de negócio é claramente global e a recetividade dos investidores, tanto nacionais como internacionais, demonstra um tremendo apetite por este projeto”.

Para além de cometerem menos erros, devido ao conteúdo partilhado na plataforma, os empreendedores poderão também aprender as melhores maneiras de contactarem potenciais investidores e mentores.

Já há algum conteúdo disponível na plataforma e já foram gravadas e marcadas algumas entrevistas com empreendedores e investidores. Entre elas está a de Gonçalo de Vasconcelos, CEO da plataforma de equity crowdfunding, Syndicate Room.

Comentários