Projeto desenvolvido por equipa de Celorico de Basto quer reduzir a pegada ecológica associada ao lixo urbano. Como? Com o recurso a minhocários. Conheça a Worm Revolution, que está incubada na IRIS – Incubadora Regional de Inovação Social.

Lançámos um desafio à IRIS – Incubadora Regional de Inovação Social: eleger a start-up deste mês. A eleita foi a Worm Revolution (Revolução das Minhocas), que procura criar valor a partir dos resíduos, construindo, simultaneamente, um futuro mais limpo, através do desenvolvimento da vermicompostagem (compostagem com minhocas) em Portugal.

Nome da Start-up: Worm Revolution (Revolução das Minhocas)

Fundadores: Pierre Del Cos

Atividade: A Worm Revolution (Revolução das Minhocas) acredita que um mundo sem lixo é possível! Para isso organiza oficinas e instala sistemas sustentáveis de compostagem com minhocas (vermicompostagem), adaptáveis, simples e sem cheiros, para ajudar cidadãos e organizações a reduzirem a pegada ecológica do lixo orgânico e a produzirem fertilizantes naturais. Uma inovação ao serviço do ambiente, tendo como foco a economia circular.

Áreas de atuação: Ambiente | Economia Circular

Porque merece destaque: “O projeto Revolução das Minhocas – Worm Revolution foi um dos cinco projetos portugueses vencedores do Programa Jovens Empreendedores Sociais da Universidade Europeia. O programa tem como objetivo reconhecer e recompensar projetos empreendedores de carácter social, proporcionando, simultaneamente, visibilidade aos seus jovens líderes que, pelo carisma e propósito de vida, atuam como personalidades inspiradoras de uma sociedade mais rica e de um mundo melhor. Com o apoio da Universidade Europeia e da Laureate International Universities”, explicou Diana Sá, gestora de Inovação da Iris.
Segundo a responsável, este foi também um dos projetos vencedores (3.º classificado) da 3.ª edição do “Concurso TâmegaSousa Empreendedor – Onde as ideias se concretizam!”, na categoria de Inovação Social com Futuro, promovido pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa.

Outra informação relevante: Pierre Del Cos (México, 1989), meio mexicano e meio francês, estudou ciências do ambiente e viajou pelo mundo até ficar apaixonado pela vida rural em Portugal. Agora vive em Cimo de Vila (Celorico de Basto), numa comunidade rural, onde procura a partilha, passar tempo com a natureza, ver crescer as árvores que planta e comer alimentos produzidos em casa.

“Na Revolução das Minhocas acreditamos que um estilo de vida sem lixo é possível! Com minhocas, é possível transformar o lixo da cozinha em fertilizantes naturais, de maneira divertida e higiénica. Ajudamos os cidadãos e organizações a reduzir a pegada ecológica dos resíduos orgânicos, fornecendo sistemas de compostagem com minhocas, fertilizantes de minhocas e organizando formações de vermicompostagem. Trabalhamos com as pessoas e a natureza para semear um futuro com os nossos valores: +Sustentabilidade +Impacto Social +Colaboração +Transparência +Ação contra a mudança climática”, explica o fundador.

Site:  https://www.facebook.com/revolucaodasminhocas/

Pierre Del Cos, fundador da Worm Revolution
Comentários