Lançámos um desafio à BioBIP – Bioenergy and Business Incubator of Portalegre: eleger a start-up deste mês. A eleita foi a Pedra Risca Limousine, que consiste na venda de bovinos puros de raça Limousine, selecionados, certificados e recriados com as melhores condições possíveis. Objetivo? Comercializar reprodutores de qualidade superior.

Nome da start-up: Pedra Risca Limousine

Fundadores: Ana Roque Carvalho e João Lago Amado

Atividade: O projeto “Pedra Risca” nasceu há seis anos da vontade comum dos fundadores em mudarem de vida. Ao fim de 10 anos a viver em Barcelona, Ana Roque Carvalho e João Lago Amado decidiram passar “de viver ao monte, a viver no monte…”, adquiriram um pequeno terreno na Serra de S. Mamede – porque um queria Serra e o outro Alentejo – e lançaram um projeto de Instalação de Jovem Agricultor com abelhas. Atualmente, a estrutura mantém-se familiar e diversificaram a área de exploração para a criação de bovinos de raça Limousine, dando início ao projeto “Pedra Risca Limousine”. As explorações pecuárias encontram-se localizadas nas freguesias de Ribeira de Nisa e Urra, concelho de Portalegre.

Plano de negócios: Qualquer bovinicultor deve ter como missão a melhoria contínua da vacada, onde é importante que cada vaca produza um bezerro por ano, que cresça com o menor custo possível e que corresponda na sua plenitude aos objetivos de seleção. Geralmente, estes objetivos estão relacionados com a reprodução, o crescimento e a lactação e têm a finalidade de obter animais economicamente mais produtivos.

Os animais produzidos ao abrigo do projeto Pedra Risca Limousine são bovinos de raça Limousine, selecionados criteriosamente, certificados e recriados com as melhores condições possíveis por forma a poder comercializar reprodutores de qualidade superior que melhorem outras vacadas. Recorrendo a biotecnologias inovadoras e a um maneio profilático e alimentar adequado, é expectável alcançar animais de muita qualidade, com elevado valor genético e elevada aptidão funcional e que possam ser comercializados a preços mais altos.

Porque merece destaque: “Esta produção vem responder a uma necessidade de mercado, já que a utilização de reprodutores puros registados para melhorar os cruzamentos com as raças autóctones ou outras vacadas cruzadas é cada vez mais reconhecida como uma aposta de sucesso. Prova deste facto é que, segundo o SNIRA, 57% dos touros registados nas explorações são animais puros de raça Limousine, já que é uma raça perfeitamente adaptada às nossas condições edafoclimáticas e que garante facilidade de parto, rendimento de carcaça, rentabilidade, docilidade, capacidade de crescimento, qualidades maternais, desenvolvimento muscular, rusticidade, entre outras”, explica Pedro Ranheta, da BioBIP.

“Atualmente já existe uma vacada com 15 vacas Limousine adultas em reprodução, um touro reprodutor de origem francesa e a curto prazo o efetivo existente vai ser genotipado para que a seleção da descendência passe a ser genómica”, acrescenta o responsável.

Outra informação relevante: A seleção genómica funciona como uma nova ferramenta que permite fazer previsões sobre a geração futura de uma forma mais assertiva e encurtando o tempo necessário para atingir os objetivos de seleção – progresso genético. O nível de precisão na previsão de valores genéticos da descendência, embora dependentes da população de referência, é superior num programa de seleção genómica, face a qualquer outro tipo de seleção tradicional. Para se selecionar genomicamente é necessário recolher informação e saber processar esses dados. Ainda que a genotipagem represente um custo considerável é facilmente amortizado, uma vez que uma pequena variação genética pode representar um aumento significativo da rentabilidade da exploração.

A Pedra Risca Limousine foi o projeto vencedor da edição deste ano do Poliempreende regional e representou o Politécnico de Portalegre no Concurso Nacional. O Poliempreende é uma atividade da rede de instituições de ensino superior (Institutos Politécnicos, Escolas Superiores não integradas e Escolas Politécnicas das universidades), que surgiu em 2003. O seu objetivo é fomentar uma cultura empreendedora e que impulsione o desenvolvimento de competências por parte dos estudantes, estimulando o empreendedorismo e proporcionando saídas profissionais através da criação do próprio emprego.

Site: www.pedrarisca.com

 

Comentários