A ARTIST é a grande vencedora do Tourism Explorers, o programa nacional de criação e aceleração de novas start-ups na área do turismo. Arrecadou um prémio no valor de 10 mil euros e bilhetes para o Web Summit.

A start-up da Covilhã arrecadou o primeiro lugar da 2.ª edição do concurso Tourism Explorers, anunciou a Fábrica de Startups, uma das promotoras da iniciativa, conjuntamente com o Turismo de Portugal. A plataforma ARTIST consiste numa ferramenta desenvolvida pela Wicked Cat Interactive, que tem como finalidade ajudar a promover e dinamizar espaços, de forma imersiva e inovadora, através de tecnologias de realidade aumentada, geolocalização e gamificação.

Pedro Pereira, CEO da Wicked Cat Interactive, revelou-se surpreendido com a distinção porque, apesar de acreditar no seu projeto, reconhece que a concorrência era forte. Explicou que o prémio vai ser uma ajuda financeira para manter a empresa nesta fase inicial, enquanto começam a efetuar as primeiras vendas. “O próximo passo vai ser estabelecer parcerias com entidades e outras empresas, de forma a que mais potenciais clientes possam conhecer os serviços e, consequentemente, crescermos”, frisou o CEO da ARTIST.

O segundo lugar do Tourism Explorers 2018 foi atribuído à Visit Foods, uma start-up de Coimbra que ajuda os consumidores a encontrar restaurantes, através das suas plataformas de comunicação.

Já a WePArk foi a vencedora do projeto mobilidade e irá representar Portugal e o ACP – Automóvel Clube de Portugal, no concurso internacional FIA Smart Cities. Esta start-up de Lisboa tem um serviço que permite reservar um motorista para estacionar os veículos dos condutores.

Promover o empreendedorismo em Portugal, através da criação e apoio ao desenvolvimento de novas start-ups relacionadas com o setor do turismo, é o objetivo da iniciativa Tourism Explorers. A grande final nacional realizou-se em Aveiro (no PCI Creative Science Park) e envolveu 16 start-ups de todo o país.

Recorde-se que este ano o programa decorreu, em simultâneo, em 12 cidades do país (Porto, Lamego, Aveiro, Covilhã, Coimbra, Castelo Branco, Caldas da Rainha, Abrantes, Lisboa, Beja, Faro e Angra do Heroísmo), entre 12 de setembro e 31 de outubro.

Comentários