A sucursal portuguesa da multinacional de entretenimento tem como objetivo chegar aos 250 colaboradores este ano.

A Sky, empresa europeia de entretenimento com mais de 23.5 milhões de utilizadores em sete países, acabou de anunciar que vai contratar mais 80 colaboradores em Portugal. O objetivo é que estes profissionais integrem o centro tecnológico lisboeta.

Ligado ao alargamento dos recursos humanos da empresa está o investimento na mudança para novas instalações, situadas junto à estação de comboios de Entrecampos, em Lisboa, e que terão espaço para ter mais de 350 colaboradores.

“Com o crescimento registado nos últimos tempos, estamos novamente a apostar no reforço da nossa equipa. À semelhança dos processos de recrutamento anteriores, procuramos profissionais de excelência, comprometidos com o seu trabalho e com uma abordagem pragmática à variedade de desafios tecnológicos que vão surgindo no dia-a-dia”, explica Pedro Geada, diretor da Sky Portugal.

Até ao final de 2019, a empresa pretende investir na captação de talento português e voltar a aumentar a sua equipa. A ideia passa por encontrar profissionais com conhecimentos na área tecnológica: front-end, mobile e back-end developers, DevOps, automation testers, scrum masters e outros.

Os interessados podem entrar em contacto com a empresa através do email lisbon@sky.uk ou na respetiva página de LinkedIn.

Saliente-se que, em 2018, a Sky foi adquirida pela Comcast, a maior fornecedora de televisão por cabo dos Estados Unidos, por 34 mil milhões de euros. Segundo o comunicado, a empresa europeia apresentou uma faturação anual de aproximadamente 15.5 mil milhões de euros e é líder na Europa no que diz respeito ao investimento em conteúdos televisivos, com um investimento que rondou os sete mil milhões de euros.

Relembre-se, ainda, que a Sky Portugal foi considerada, pela revista Exame, uma das 15 melhores empresas para trabalhar em Portugal. Além disto, tem uma parceria com a Portuguese Women in Tech com o objetivo de fomentar a maior integração de mais mulheres na área das tecnologias de informação.

Comentários

Sobre o autor