Uma food delivery start-up que junta clientes e restaurantes. Este é o core business da SendEAT, um projeto que quer investir em equipa e em marketing.

A ideia de criar a SendEat surgiu em meados de fevereiro do ano passado, depois de, inspirados em experiências em curso no Reino Unido, os seus fundadores terem percebido que era possível melhorar as entregas de comida ao domicílio. Assim, entre abril de setembro, desenvolveram um software para juntar os clientes aos restaurantes, através de um marketplace, que era servido por uma aplicação de estafetas para tratar das entregas. José Gramaxo e Tiago Oliveira foram os mentores do projeto que, atualmente, já atua zonas do Grande Porto e Lisboa. As expectativas apontam para que, até ao final de 2018, consigam estar presentes em 10 cidades portuguesas e iniciem as operações a nível internacional em mercados identificados.

Com uma equipa de três business developers e três programadores, a SendEAT já desenvolveu mais de 200 parcerias com restaurantes, dispõe de uma rede de mais de 150 estafetas, um website e duas aplicações móveis. Até agora, já efetuaram mais de 10 mil entregas e mais de dois mil clientes.

José Gramaxo, cofundador da SendEAT, considera que o mercado português já está preparado para este tipo de serviço e revela que a maior dificuldade da start-up tem sido conseguir dar resposta a toda a procura que têm tido nos últimos meses, quer ao nível de encomendas quer de parcerias. “Também sentimos a dificuldade do mercado em aceitar pagamentos online, pelo que implementamos a solução de pagamento na entrega via TPA”, explicou.

Investir e crescer
Neste momento, a SendEAT precisa de investimento para contratar pessoas e investir em marketing. Os objetivos estão bem identificados: desenvolver produto (Tech); aumentar a rede de parceiros; crescer geograficamente, a nível nacional e internacional; criar uma equipa para gerir o marketing digital, marketing offline e marketing instore.

“Os próximos passos a dar serão a contratação de pessoas para dar seguimento ao excelente trabalho até agora desenvolvido pelas equipas de tech e business development. Temos todas as métricas de sales & marketing provadas pelo trabalho efetuado no Porto e o início do trabalho em Lisboa. Agora será preciso contratar pessoas para abrir mais zonas geográficas de atuação, dar capacidade de resposta a todo o trabalho. Com isto seremos, market leaders em Food Delivery nos mercados onde operamos”, ambiciona José Gramaxo.

Resumo
Responsável: José Luis Gramaxo
Área: E-Commerce
Mercado: Nacional e Internacional
Necessidade: Fundos para expansão
Contacto: jose.gramaxo@sendeat.com

Comentários