Atualmente, os influenciadores digitais são fundamentais para a maior parte das empresas, já que contribuem para o aumento da notoriedade dos seus produtos e serviços. Instagram, Youtube, Snapchat, Pinterest, blogs e Twitter são algumas das redes sociais, que já fazem parte das estratégias de comunicação das empresas, que pretendem envolver os consumidores numa experiência com as suas personalidades de referência.

Quer seja para divulgar o lançamento de um novo produto ou serviço, dar a conhecer um novo atributo, explicar o seu modo de funcionamento, levar à sua experimentação ou realçar os principais benefícios, os influenciadores são os novos embaixadores, graças ao impacto que têm junto dos seus seguidores.

Por isso, não é de admirar que alguns influenciadores digitais se tenham tornado celebridades e que personalidades públicas tenham vindo a investir na criação das suas próprias plataformas, que muitas vezes são mais eficazes do que uma mera campanha publicitária.

Mas há alguns aspetos que deve ter em conta na criação de uma estratégia digital com influenciadores:

  1. Identique quais são os influenciadores mais estratégicos para a sua área

O número de seguidores, de visualizações, de gostos, partilhas e comentários é importante para avaliar o impacto de uma campanha de comunicação, mas convém não esquecer que o perfil do influenciador e dos seus seguidores é fundamental para determinar o seu sucesso. Avalie os seus conteúdos, a forma e o tom de comunicação, veja de que modo expressa as suas opiniões e como os seus seguidores interagem, para avaliar se está em consonância com o ADN da marca. Neste caso, deve investir nos especialistas ou líderes de opinião da respetiva categoria. E, acima de tudo, respeite a sua personalidade digital, se pretende que os conteúdos pareçam autênticos e não posts patrocinados. A contratação de uma agência ou de um consultor digital pode ser uma mais-valia, caso não tenha este tipo de competências na estrutura da sua empresa.

  1. Invista numa relação de proximidade

Mais do que enviar informação e fazer contactos de forma massiva, deve apostar numa relação com os influenciadores mais estratégicos para a sua área. Em vez de enviar dezenas de newsletters e comunicados de imprensa por email, invista numa relação de proximidade com estes. Marque reuniões ou encontros, de forma a dar a conhecer o seu projeto e conhecer a sua opinião. Assim, não só tem a certeza de que estes se identificam com a marca, como também pode ficar a conhecer algumas das suas estratégias de abordagem para a promover. A definição de uma estratégia de comunicação em conjunto é fundamental para passar uma mensagem mais genuína.

  1. Defina um orçamento para os influenciadores

O envio de informação e de produtos, muitas vezes, não é suficiente para motivar os principais influenciadores a falar sobre um determinado lançamento. A não ser que o valor comercial dos produtos ou a sua exclusividade seja suficientemente apelativa. Organize eventos com experiências associadas, como apresentações privadas, oferta de artigos exclusivos, realização de viagens ou de sessões de autógrafos, de forma a envolver este público. E defina também um orçamento para trabalhar, de forma personalizada, com os principais influenciadores. Não se esqueça de que poderá ter outros custos associados, como a realização de sessões fotográficas e de vídeos. Caso seja uma start-up e não tenha um grande orçamento disponível, não tenha receio de o dizer abertamente e de pedir o apoio dos influenciadores numa fase inicial. Aliás, a negociação de uma percentagem das vendas pode ser uma boa alternativa.

  1. Prepare um briefing e estratégia digital

Não basta dizer aos influenciadores que pretende ter um post sobre a sua marca. É importante também contextualizar e dar mais informação, de modo a revelar o seu posicionamento, mensagens e objetivos. Em alguns casos, o desenvolvimento de um Q&A é fundamental. Avalie quais são as redes sociais mais relevantes para a sua área e público alvo, de modo a desenvolver a estratégia digital e identificar os influenciadores mais estratégicos. Além disso, o storytelling é fundamental na transmissão da mensagem, pelo que pode recorrer a testemunhos, reportagens, vídeos ou narrativas divertidas e criativas. Deve sempre avaliar e aprovar os conteúdos, antes da sua publicação, já que a associação de marcas a personalidades pode também afetar a sua reputação. Um dos pontos a considerar é se os conteúdos podem gerar polémica e estar preparado para gerir eventuais situações de crise.

  1. Estabeleça as métricas e critérios de avaliação

As redes sociais permitem a partilha de informação de forma rápida, mas também emotiva, já que geram reações positivas e negativas. Por isso, é importante definir os objetivos estratégicos e os critérios de avaliação, tanto quantitativos como qualitativos, antes de avançar com uma campanha digital. Há influenciadores que têm a capacidade de aumentar a notoriedade das marcas ou causas, levando a que as pessoas falem sobre o tema, mas também levam à sua experimentação e decisão de compra. Avalie o número de visualizações, de gostos, de partilhas e de comentários, mas também, por exemplo, o acesso ao seu website, através da publicação de links, ou de encomendas, através de códigos promocionais, nas plataformas digitais patrocinadas.

Comentários

Sobre o autor

Rita Carvalho

Rita Carvalho é consultora de Comunicação e Imagem. Autora do livro “Imagem Profissional, Guia de Estilo”, é licenciada em Relações Públicas, tem uma pós-graduação em Comunicação e Gestão Das Organizações, e o curso de Imagem Pessoal e Profissional da Blossom Image Consulting. Colaborou ainda com vários media e é autora do blogue In Styleland.