A norte-americana Letitia Hanke venceu os pessimistas para se tornar na única empreiteira de telhados da Califórnia.

Em criança, a norte-americana Letitia Hanke lidou com os valentões do pátio da escola que abalaram sua confiança. Mulher e negra, foi através da música que encontrou a paixão e o propósito que a levariam, mais tarde, numa viagem ao mundo do empreendedorismo.

Os primeiros anos da sua vida profissional foram preenchidos por três empregos, através dos quais tentava financiar os seus sonhos de “rock star”. Foi nesse período que Letitia Hanke trabalhou como rececionista numa empresa de construção e reparação de telhados, e foi quando o patrão despediu o então diretor de projetos, e a convidou para assumir aquelas funções, que a sua vida mudou.

Durante quatro anos trabalhou nos telhados com a equipa técnica para aprender todos os detalhes do negócio e, depois de oito anos de treino, em 2004 conseguiu a sua própria licença de construtora. Foi então que criou a sua empresa de construção de telhados, a ARS Roofing Solar and Eletric, e pouco tempo depois já estava a liderar a uma equipa de técnicos, destacando-se como a única mulher empreiteira da Califórnia.

Reconhece que foi um grande desafio: era a única mulher a trabalhar no setor. E, de certa forma, confidenciou ao Entrepreneur, foi um regressar ao passado, à escola, porque também agora troçavam dela por ser uma mulher no ramo da constução. Sentia que estava sempre a ser avaliada pelos seus pares.

O percurso não foi fácil. Ouviu sempre dizer: “não podes fazer isto porque és negra, não vais conseguir porque és mulher”. Contrariou esse discurso e pensou: “não, eu vou conseguir. Eu sei que vou conseguir!”

Apesar de tudo, não desmoralizou e usou essa negatividade como “combustível” para o negócio. Ultrapassou essa fase e, nos últimos 14 anos, provou a si própria que era capaz. Agora, assegura, tem uma ótima relação com todos os construtores da região e expandiu o seu negócio.

Quando conseguiu a licença de construtora não sabia o que ia acontecer. Sabia apenas que o seu objetivo era ser bem-sucedida. Agora, quando fala com jovens mulheres em palestras diz-lhes sempre para não desistirem. Têm de acreditar que conseguem. Ela própria sabia que iria fazer alguma coisa, só não sabia que seriam telhados. Mas a oportunidade surgiu e aproveitou-a.

Letitia Hanke não se esquece de quem a acompanhou nesta aventura porque atribui sempre o segredo do sucesso da ARS Roofing Solar and Eletric à sua equipa. São a sua “família”, afirma. Aliás, trabalha com algumas dessas pessoas há 20 anos. “Sem eles não estaria onde estou hoje”.  É por isso, frisa, que tem de cuidar deles, do seu bem-estar. “É por isso que estamos juntos há tantos anos”.

Comentários