Estes quatro empregos podem prepará-lo para a sua aventura no universo do empreendedorismo.

A ideia de que se nasce com o espírito empreendedor pode ter algum fundamento, mas os grandes empreendedores não confiam apenas neste “dom” para se guiarem. Salvo raras exceções, como o caso do adolescente empreendedor que já gerou mais de 250 mil euros em lucro com o seu negócio, é preciso adquirir algumas habilitações para ser bem-sucedido.

Uma das melhores maneiras de começar uma carreira e de desenvolver competências em algumas áreas é ingressar num estágio. No entanto, sendo o empreendedorismo um universo bastante extenso, dificilmente há estágios que desenvolvam as aptidões necessárias para o setor que desejar.

Com isto em mente, partilhamos os quatro empregos que segundo Deep Patel, autor do livro “Paperboy’s Fable: The 11 Principles of Sucess” (não editado em português), o poderão ajudar a desenvolver as competências para enfrentar o mundo do empreendedorismo.

1 – Vendas
Patel explica que a experiência na área de vendas pode ajudar qualquer empreendedor. Isto porque, enquanto vendedor, não só aprende a comunicar como também a perceber os produtos que vende e a marca por trás deles.

“Um trabalho em vendas ensina-o a parar de tentar convencer as pessoas que precisam do seu produto e a começar a ouvir aquilo que elas realmente querem.”

Segundo Patel, assim que se aperceber que o mercado é que dita o que vende – e não o contrário – está pronto para liderar uma start-up bem-sucedida.

2 – Recursos Humanos
Ter trabalhado em recursos humanos é relevante na medida em que consegue perceber quais são os aspetos mais importantes para manter a sua equipa feliz.

Pontos como pagamentos a horas, dias que passam doentes contados corretamente e seguro de saúde são apenas três das dezenas de aspetos que podem melhorar a relação entre os líderes e os funcionários.

Manter uma equipa feliz e inspirada é um bom caminho para ter sucesso.

3 – Serviço ao cliente
Neste ponto, Patel explica que não importa a indústria em que teve de trabalhar. Se tiver de lidar diretamente com clientes, vai aprender a desempenhar tarefas rapidamente enquanto mantem uma cara amigável.

Isto é importante para desenvolver as suas competências de empreendedor visto que mesmo no mundo dos negócios vai encontrar todo o tipo de clientes, desde os bem-dispostos aos mal-educados. Este tipo de experiência é relevante porque aprende a saber a lidar com todo o tipo de atitudes por parte dos clientes.

4 – Liderança
Para ser um empreendedor bem-sucedido tem de ser capaz de liderar. Patel explica que apesar de parecer estranho incluir um cargo de liderança numa lista de empregos que o introduzem no mercado de trabalho, é importante que tenha em mente que não precisa de estar numa posição de liderança para aprender as aptidões de que este tipo de cargos necessita.

O autor afirma que só precisa de estar atento. O objetivo é ouvir e, consequentemente, ser capaz de motivar os que o rodeiam. Este tipo de ações vão ajudá-lo a melhorar as suas habilidades de liderança até surgir uma oportunidade para exercer um cargo deste género.

Patel aconselha ainda a não tratar a oportunidade de trabalhar para outra pessoa com desdém. Em vez disso, sublinha a importância de aprender tudo o que é possível nesse emprego porque, eventualmente, as competências desenvolvidas vão acabar por ser úteis.

Comentários