A edição de 2019 dos Prémios Empreendedor XXI  distinguiram duas start-ups portuguesas nas categorias de Commerce Tech e de Agro Tech. A HUUB e a SEACLIQ foram as premiadas.

A HUUB e SEACLIQ fazem parte da lista das seis start-ups vencedoras nas categorias setoriais dos Prémios Empreendedor XXI, entregues em Madrid no âmbito da jornada de inovação, tecnologia e empreendedorismo DayOne Innovation Summit. A HUBB ganhou na categoria Commerce Tech e a SEACLIQ na de Agro Tech. Os vencedores de cada categoria receberam um prémio de 25 mil euros.

Além destas foram ainda distinguidas mais três finalistas nacionais: a PeekMed e a NU-RISE, na categoria Health Tech, e a LOQR na categoria Fin&Insur Tech.

Quer os vencedores quer os dois finalistas de cada categoria terão acesso a formação internacional e poderão frequentar um programa internacional de acompanhamento em Silicon Valley, organizado pela ESADE, em colaboração com a Singularity University, ou um curso internacional de crescimento empresarial, o Ignite Fast Track, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Além disso, os vencedores irão receber mentoring especializado e acompanhamento dos responsáveis das áreas de negócio do BPI e do CaixaBank que apoiam os prémios nas suas respetivas categorias.

Os Prémios Empreendedor XXI são dinamizados pelo BPI e pelo CaixaBank, através da DayOne, a divisão especializada para empresas de tecnologia, inovação e investidores. Os prémios foram entregues no decorrer do “Innovation Summit”, um novo programa criado pelo Grupo CaixaBank, e que reuniu na capital espanhola os principais players do ecossistema empreendedor, tecnológico e investidor de Portugal e Espanha.

Refira-se que estes Prémios decorrem em paralelo, no caso das categorias territoriais, e em conjunto, nas categorias setoriais, em Portugal e em Espanha. No total, este ano candidataram-se 961 empresas, das quais 300 foram portuguesas. A edição de 2019 distribuirá um total de 525 mil euros em prémios. As start-ups Pro-Drone (Sul e Ilhas) e Exogenus Therapeutics (Norte e Centro) foram as vencedoras das categoriais territoriais em Portugal.

Reconhecer a inovação
Nesta edição dos Prémios Empreendedor XXI estiverem em causa seis setores ligados às novas tendências em inovação e às áreas de negócio do BPI e do CaixaBank: Agro Tech, Health Tech, Commerce Tech, Fin&Insur Tech, Tourism Tech e Impact Tech.

As empresas vencedoras, com maior potencial de crescimento nestas áreas foram:

SEACLIQ, na categoria Agro Tech. Consiste numa plataforma eletrónica para a primeira venda de pescado, com rastreabilidade digital (blockchain).

HUUB, Commerce Tech.  Com sede no Porto desenvolveu uma plataforma logística integrada para o setor da moda.

GlyCardial Diagnostics, Health Tech. Esta start-up catalã está a desenvolver um dispositivo de diagnóstico in vitro (IVD) para a deteção precoce da isquemia cardíaca.

Predicitiva, Fin&Insur Tech. Instalada em Málaga está a desenvolver um superbot, com tecnologia de inteligência artificial, para reduzir a subjetividade na análise e interpretação da comunicação humana.

Tracer, Tourism Tech. A start-up madrilena criou um bilhete inteligente, baseado em tecnologia blockchain, para prevenir a revenda abusiva e fraude nas entradas para eventos desportivos e de entretenimento.

Feltwood, Impact Tech. A empresa espanhola desenvolveu um processo inovador para transformar resíduos vegetais agrícolas em material industrial ecológico para múltiplas aplicações e com características similares ao plástico ou à madeira.

Comentários