A portuguesa OutSystems conseguiu levantar uma ronda de investimento da Goldman Sachs e da KKR. Nasceu o segundo unicórnio português.

A empresa de desenvolvimento de software OutSystem conseguiu arrecadar 360 milhões de dólares em investimento (307,4 milhões de euros). Depois da plataforma de roupa de luxo Farfetch, a OutSystems torna-se no segundo projeto português a atingir o estatuto de unicórnio (avaliação superior a mil milhões de dólares).

Segundo o que é referido à imprensa, o dinheiro será usado para expandir operações e para dar continuidade ao desenvolvimento da área de automação da criação de software.

A ronda de investimento traz também boas notícias à Portugal Ventures e à Armilar Venture Partners. Estes dois fundos portugueses investiram numa fase mais inicial do projeto, o que trará agora um bom retorno financeiro. A Sonae também fez uma entrada na empresa em 2016.

A OutSystems nasceu em 2001, em Lisboa, pelas mãos dos cofundadores Paulo Rosado e Rui Pereira. Atualmente sediada em Boston, a empresa conta com clientes como a Mercedes, Liberty Seguros, Bacardi, Honda, Intel e Hewlett Packard Enterprise.

Em comunicado, Paulo Rosado, presidente do projeto, afirma que a OutSystems está a resolver “um dos maiores problemas de velocidade e agilidade do desenvolvimento tradicional de software”, acrescentando ainda que “estamos entusiasmados com esta parceria com a KKR e Goldman Sachs para resolver esse problema, trazendo mais inovação aos nossos clientes e redefinindo o futuro do desenvolvimento do software empresarial”.

Comentários