A fabricante Ferrero lançou um plano para cultivar 20 mil hectares de avelãs em Itália, cerca de 30% a mais do que a produção atual. Esta iniciativa visa também valorizar a agricultura local.

Depois de enfrentar a falta de avelãs italianas, o grupo Ferrero, proprietário da Nutella, lançou um projeto para incentivar o desenvolvimento de novas plantações de aveleiras no país.

Denominado “Projeto Avelã Itália”, a iniciativa visa expandir a área de plantação em 20 mil hectares até ao ano de 2025, representando mais 30% do que o tamanho atual.

Além da Itália, atualmente a Ferrero utiliza avelãs produzidas em diversas partes do mundo, nomeadamente da Turquia, Chile e África do Sul. O projeto procura valorizar a agricultura local e desenvolver um produto com avelãs 100% italianas.

Graças ao território voltado para o cultivo de variedades de avelãs, Itália possui um grande potencial de desenvolvimento deste tipo de árvores.

O país é o segundo maior produtor do fruto no mundo, responsável por 12% do mercado global. Em primeiro lugar está a Turquia, que produz 70% do total consumido no planeta.

Itália possui mais de 70 mil hectares de terra dedicados ao cultivo do fruto, com uma produção média de 110 mil toneladas de avelãs por ano.

Comentários