O período de férias é bom por vários motivos. Viajar e descansar estão no topo da lista, mas é também tempo de assistir a séries. Deixamos-lhe cinco sugestões da Netflix para este verão.

Seja ação, drama ou comédia, já pensou nas séries que vai ver nestas férias? Se precisa de algumas ideias, deixe-se ficar e conheça cinco séries que lhe sugerimos para este mês de agosto.

Marvel – Os defensores

Marvel – Os Defensores, que estreia em exclusivo na Netflix a nível mundial no próximo dia 18 de agosto, acompanha os personagens Matt Murdock/Demolidor (Charlie Cox), Jessica Jones (Krysten Ritter), Luke Cage (Mike Colter) e Danny Rand/Punho de Ferro (Finn Jones), um singular quarteto de heróis com um único objectivo em comum – salvar a cidade de Nova Iorque. Esta é a história de quatro solitários que enfrentam grandes desafios pessoais, mas que se apercebem de que juntos talvez sejam mais fortes.

Esta série integra o conjunto de produções Marvel da Netflix que inclui os títulos, Marvel-Demolidor , Marvel- Jessica Jones, Marvel- Luke Cage e Marvel-Punho de Ferro.

O elenco de Marvel – Os Defensores é composto por Charlie Cox, (Matt Murdock/Demolidor), Krysten Ritter (Jessica Jones), Mike Colter (Luke Cage) e Finn Jones (Danny Rand/Punho de Ferro). O restante elenco inclui nomes como a atriz nomeada para Oscar Sigourney Weaver (Alexandra), Elodie Yung (Elektra), Scott Glenn (Stick), Deborah Ann Woll (Karen Page), Elden Henson (Foggy Nelson), Carrie-Anne Moss (Jeri Hogarth), Rachael Taylor (Trish Walker), Eka Darville (Malcolm Ducasse), Simone Missick (Misty Knight) e Jessica Henwick (Colleen Wing).

Marvel – Os Defensores tem a produção executiva de Marco Ramirez e Doug Petrie, em conjunto com o diretor de televisão da Marvel, Jeph Loeb.

Atypical

Com estreia a 11 de agosto, Atypical é uma história de transição da adolescência para a idade adulta que segue Sam (interpretado por Keir Gilchrist), um rapaz com 18 anos, autista, na sua busca pelo amor e pela independência. O seu engraçado, embora doloroso, trajeto em direção à autodescoberta, influencia toda a família, forçando-os a lidar com a mudança nas suas próprias vidas, enquanto se esforçam por enfrentar a questão principal: o que significa realmente ser normal?

Jennifer Jason Leigh interpreta a mãe, Elsa, que traça também o seu próprio caminho para a autodescoberta. Michael Rapaport interpreta o pai, Doug, que deseja chegar e compreender melhor o seu filho. Brigette Lundy-Paine interpreta a irmã de Sam e Amy Okuda interpreta Julia, a sua terapeuta.

A série produzida pela Sony Pictures Television foi criada e escrita por Robia Rashid e conta com oito episódios, de meia hora, filmados em Los Angeles, em que o premiado produtor Seth Gordon realizou vários deles. Rashid e Gordon são os produtores executivos, em conjunto com Mary Rohlich e com Jennifer Jason Leigh como produtora. Michelle Dean, com um PhD pela UCLA e que trabalhou no Centro para Autismo, Investigação e tratamento da UCLA antes de se juntar à faculdade de CSU Channel Island, foi integrada na produção para ajudar a orientar de forma correta no despiste da desordem do espetro do autismo.

Ozark

Um assessor financeiro de Chicago, que branqueia dinheiro de um cartel mexicano, terá de mudar a família e a operação de branqueamento para Ozark, após o seu sócio ter sido apanhado a enganar os mexicanos. Em Ozark, Jason dá de caras com dealer local, pois começa a interferir com o seu negócio, e com um grupo de rufias, liderado pela sua sobrinha de 19 anos, que quer o seu dinheiro.  Para piorar a situação tem de escapar a um perspicaz agente do FBI. Marty tem de continuar a branquear o dinheiro, apesar de toda esta pressão, pois só assim pode salvar a sua familia enquanto luta para encontrar o seu caminho nesta forma de vida menos tradicional.

Do elenco de Ozark, para além de Jason Bateman e Laura Linney, faz parte Sofia Hublitz, Skylar Gaertner, Julia Garner, Jordana Spiro, Jason Butler Harner, Esai Morales, Peter Mullan e Lisa Emery. Realizado por Jason Bateman, Daniel Sackheim, Ellen Kuras e Andrew Bernstein. Produzido por Patrick Markey, conta com produção executiva de Jason Bateman, Chris Mundy, Bill Dubuque e Mark Williams.

Okja

Durante 10 fantásticos anos, a pequena Mija (An Seo Hyun) foi, nas montanhas da Coreia do Sul, a cuidadora e companheira de Okja, um gigantesco animal e grande amigo. No entanto, tudo muda quando uma multinacional maléfica rapta Okja, levando-a para Nova Iorque, e onde a CEO Lucy Mirando (Tilda Swinton), narcisista e egocêntrica, tem grandes planos para a melhor amiga de Mija.

Sem nenhum plano, mas com um claro objetivo em mente, Mija empreende numa perigosa missão de resgate que se complica quando se depara com diversos grupos de capitalistas, manifestantes e consumidores que também lutam para controlar o destino de Okja.

Glow

A série Glow conta a história ficcionada de Ruth Wilder (Alison Brie), uma atriz desempregada, mas lutadora, que vive em Los Angeles na década de 1980 e encontra no mundo do wrestling feminino a sua derradeira hipótese de estrelato. Além de 12 outras renegadas de Hollywood, Ruth tem ainda que competir com Debbie Eagan (Betty Gilpin), uma antiga atriz de novelas que tinha deixado o trabalho para ser mãe, mas que é obrigada a regressar ao mundo artístico, quando a vida aparentemente perfeita afinal não é o que parece. A liderar esta equipa está Sam Sylvia (Marc Maron), um realizador de filmes de segunda categoria que agora vai conduzir este grupo de mulheres no seu caminho para o estrelato do wrestling.

Glow foi criada por Liz Flahive (Homeland, Nurse Jackie) e Carly Mensch (Nurse Jackie, Orange Is The New Black, Weeds), sendo também produtoras executivas em conjunto com Jenji Kohan, a criadora de Orange Is the New Black, e Tara Herrmann.

Comentários