Conheça o hotel dedicado exclusivamente a empreendedores e start-ups e onde os pagamentos podem ser feitos com divisas virtuais.

O mais provável é estar familiarizado com espaços de coworking. Se calhar até trabalha num. Este autointitulado “venture hotel” é o nível a seguir de comprometimento com o mundo empreendedor.

Localizado em Singapura, a ideia do Tribe Theory é partilhar o mesmo espaço onde dorme com outros empreendedores e equipas de start-ups. O preço por noite começa nos 35 dólares singapurianos, cerca de 21,2 euros. Os hóspedes têm ainda a possibilidade de pagar em moedas virtuais, como bitcoin ou ethereum. Este preço é bastante atrativo tendo em conta que, em média, segundo dados do ano passado, uma noite num hotel em Singapura ficava por cerca de 150 euros.

Feito de camas-cápsula em dormitórios partilhados, o Tribe Theory abre uma nova categoria de negócios de acomodação ao combinar uma atmosfera de hostel com os standards de um hotel e o ambiente de um espaço de coworking.

Este ambiente pode ser vivido totalmente no último andar das instalações, onde existe um espaço de trabalho para os hóspedes. Para além disto, há wi-fi grátis, pequenos-almoços complementares, jornais e serviço de lavandaria.

Isto é especialmente relevante para os empreendedores que querem aceder a mercados menos desenvolvidos do sudeste da Ásia e que procuram cidades como Singapura para acederem às redes de capital e contactos.

“Estamos a tentar criar uma comunidade. Portanto, não estamos apenas a dar acesso a uma cápsula barata, como também estamos a criar um espaço onde as pessoas possam entrar em contacto com outros empreendedores de outras partes do mundo”, explicou o fundador do projeto, Vikram Bharati, à CNBC.

A curto-médio prazo, o empreendedor por que criou o projeto está a pensar criar mais quatro localizações em grandes centros de negócios pelo mundo: Berlim, Estónia, Hong Kong e Tóquio. Até ao final de 2019 conta abrir sucursais em mais 10 cidades de 10 países diferentes.

Comentários