O fracasso de um negócio, apesar de difícil, pode ser uma grande aprendizagem para um empreendedor.

Criar um negócio e de repente constatar que este não resulta, e que vai ter de fechar portas, é algo que nenhum empreendedor espera viver. Mas, não raras vezes, acontece. Nesses momentos há que tirar lições e aprender com os erros, como fizeram alguns empreendedores, questionados pela revista brasileira Exame. Passaram por processos de falência e deixam algumas dicas a quem se aventura na implementação de um negócio.

Começar com pequenos passos
Um negócio precisa de amadurecer. Precisa de começar pequeno e ir crescendo de forma sustentada. Nada de começar “em grande”, de dar passos maiores que a perna, e depois não ter condições financeiras, e até experiência suficiente, para suportar os custos do projeto.

Foco nos objetivos
Ter foco no que se quer alcançar é fundamental para qualquer empreendedor. A dispersão pode ser meio caminho para o insucesso. Não queira agarrar todas as oportunidades que surgem no seu caminho. Analise as que se enquadram verdadeiramente nos seus objetivos e concentre aí as energias.

Analise o mercado
É fundamental analisar o mercado onde quer entrar, avaliar a forma como este se está a comportar e quais as tendências em perspetiva. Não fazer esta prospeção pode ser um erro crasso para um empreendedor.

Testar o produto/serviço
Antes de fazer qualquer investimento avultado ponha a sua criação à prova: teste o produto ou serviço que desenvolveu junto dos potenciais utilizadores. Só assim pode validar o produto e, eventualmente, introduzir modificações caso se justifiquem.

Não misture pessoal e profissional
Outra falha comum nos empreendedores é a tendência para misturarem o lado pessoal com o profissional. Por isso, muitas vezes descuram os contratos porque os sócios até são amigos…nada de trazer questões pessoais para o âmbito profissional.

Valorize as suas capacidades
Insistir numa área empresarial só porque o mercado quer, mas para a qual não tem verdadeiramente nenhuma apetência, pode, na realidade, tornar-se um problema. Tente encontrar um negócio para o qual sinta que tem capacidades, que domina, e em que esteja confortável.

Aprender a recomeçar
Quando o fim é inevitável, seja por razões de mercado ou de gestão, prepare-se para um novo desafio e reinvente-se. Volte a dirigir o seu foco empresarial para uma nova área, se for o caso. Com disciplina, persistência e autoconfiança o seu negócio de sucesso pode estar mais  perto do que imagina.

Comentários