Esta foi uma das frases marcantes da apresentação de Jack Ma no Fórum Económico Mundial que decorreu em Davos, na Suíça.

Jack Ma, fundador da Alibaba – a Amazon do Oriente –  esteve presente no Fórum Económico Mundial num painel onde esteve em debate o futuro do e-commerce. Depois de uma série de questões sobre o futuro da tecnologia, surgiu o inevitável tema da inteligência artificial. Ao contrário das discussões comuns sobre os inevitáveis malefícios que este tipo de tecnologia pode trazer à Humanidade sem que nada possamos fazer, Ma incluiu o tema da educação no debate.

“Não podemos ensinar as crianças a competir com máquinas” foi uma das frases marcantes do seu discurso. A solução de Jack Ma para a inteligência artificial não passa apenas por controlar e regular as áreas de atuação desta tecnologia, mas sim por mudar a educação que damos “às nossas crianças”.

“A educação é um grande desafio atualmente. Se não mudarmos a maneira como ensinamos, daqui a 30 anos vamos ter problemas porque a maneira como ensinamos baseia-se no conhecimento”, referiu Ma durante o painel.

Segundo o McKinsey Global Institute, os robots podem vir a substituir os humanos em 800 milhões de empregos. Para o fundador da Alibaba, a solução para contornar este problema e capacitar as crianças de forma a conseguirem competir com as máquinas passa por mudar os sistemas de educação atuais.

Na resposta dada aos participantes da conferência, Ma explicou que esta realidade pode ser alcançada se ensinarmos algo único às crianças para que as máquinas não consigam competir connosco. Isto passa por Ensinar soft skills às nossas crianças  é uma das abordagens porque passam a ter valores, a acreditarem, a serem capazes de pensar de forma independente, a saberem trabalhar em equipa e terem compaixão pelo próximo. Estas são, segundo o fundador da gigante de e-commerce, algumas das coisas que os atuais sistemas de educação não trazem às pessoas.

Por estas razões, Ma acredita que o desporto, a música, a pintura e a arte, no geral, deviam ser incluídas na educação das crianças de maneira a termos a certeza de que nós – seres humanos – temos um ponto de diferenciação em relação aos possíveis robots do futuro.

A história de Jack Ma comprova as falhas dos sistemas de educação. As apreciações feitas ao conhecimento do fundador da Aliababa enquanto estudante foram sempre negativas. Atualmente, é a 23ª pessoa mais rica do mundo.

Leia a história de Jack Ma: o homem mais rico da China que foi recusado em 30 empregos.

Comentários