Saiba como se automotivar para cumprir as tarefas ou os objetivos mais difíceis e conseguir manter as suas resoluções de ano novo intactas durante os próximos 12 meses.

Independentemente do controlo pessoal e da motivação, todos temos tarefas que não nos dão prazer fazer. Aborrecimento, cansaço, ansiedade ou o demasiado tempo que vai ser utilizado são apenas algumas razões pelas quais não fazemos aquela tarefa que, apesar de ser importante, continua a ser empurrada para o dia seguinte da nossa agenda.

Esta é uma altura do ano especialmente importante para falar sobre este tema. Provavelmente já traçou alguns dos objetivos para 2019. E este ano – ao contrário dos anteriores – está determinado em cumpri-los. Mas não será a mesma conversa todos os anos? Nas primeiras semanas está empenhado, mas, eventualmente, acaba por perder a motivação. Como é que mantemos o mesmo nível de determinação durante os próximos 12 meses?

Elizabeth Grace Saunders, coach de gestão de tempo e autora de livros como “How to Invest Your Time Like Money” e “Divine Time Management”, escreveu recentemente um artigo para a Harvard Business Review onde dá a conhecer algumas formas de nos motivarmos para cumprir tarefas ou objetivos mais difíceis.

Encontre uma razão
O primeiro conselho da coach passa por compreender que para haver motivação não há necessidade de haver excitação ou qualquer outro sentimento positivo agregado à tarefa ou ao objetivo que temos de cumprir. Em vez disso, a motivação toma o papel da razão que nos faz agir de determinada forma.

Isto significa que podemos decidir fazer alguma coisa – e ter motivação – sem nos sentirmos ansiosos (no bom sentido da palavra). Para tal, só é necessário encontrarmos uma boa razão para cumprirmos esse objetivo. Beneficiar alguém de que gostamos, evitar consequências negativas, reduzir o stress, sentir-se bem consigo mesmo ou simplesmente alinhar-se com os seus valores são apenas algumas motivações que o podem levar à tomada de decisão.

É, portanto, fulcral que encontre uma razão para cumprir a tarefa ou objetivo que se propõe cumprir este ano.

Encontre uma estratégia para o fazer
Tendo em consideração que a determinação se vai esgotando com o passar do tempo, é importante que encontre uma estratégia para caminhar em direção ao seu objetivo de forma consistente. Sauders indica que um dos melhores métodos é integrar outras pessoas no processo de desenvolvimento. Isto significa incluir alguém para o ajudar com alguma parte da tarefa, para lhe ir pedindo atualizações sobre a tarefa que está a cumprir ou simplesmente estar num sítio onde outras pessoas estão a desempenhar a mesma missão, ou seja, em vez de ficar em casa, é aconselhável que vá para sítios como uma biblioteca (caso queira ler mais) ou como um ginásio (caso tenha como objetivo perder peso).

Outro método apresentado pela coach incide na forma como estruturamos a nossa abordagem ao trabalho. Isto inclui estratégias como:

– Colocar uma atividade feita com pouca frequência à frente de uma feita com regularidade (ex: não posso abrir o meu email até ter a apresentação concluída);
– Estipular uma hora precisa para a tarefa (ex: todas as sextas-feiras tenho uma hora – entre as 14 e as 15H para planear a semana seguinte);
– Estipular um tempo mínimo de trabalho por dia (ex: tenho de trabalhar nesta tarefa pelo menos 15 minutos por dia e só depois é que posso fazer as restantes);
– Aponte para baixo e dê um passo de cada vez (ex: só preciso de dar um passo por semana nesta atividade para progredir consistentemente);
– Fazer tudo de uma vez (ex: preciso de despachar isto o mais rapidamente possível, portanto vou dedicar um dia inteiro a esta tarefa).

Encontre coisas boas nas atividades de que menos gosta
O último método delineado pela coach é o de utilizar coisas boas para se motivar a terminar tarefas que não lhe dão muito prazer. Isto significa permitir-se a fazer algo que lhe dê prazer enquanto está a desempenhar uma tarefa difícil. Caso não goste de preparar apresentações, por exemplo, pode fazê-lo num café em que se sinta  confortável. A ideia é aliar uma experiência agradável a uma tarefa mais difícil.

Elizabeth Grace Sauders sublinha ainda que, caso adote uma destas estratégias, dificilmente vai ver progressos repentinos. Apesar disdo, vai acabar por terminar algumas tarefas que normalmente não consegue.

Comentários

Sobre o autor