Depois da venda de 50 mil chapéus que renderam perto de 800 mil euros, Elon Musk vendeu 20 mil lança-chamas a 500 dólares cada. O feito foi concretizado em apenas quatro dias.

Depois de fabricar carros, camiões elétricos, foguetões, de fazer uma disrupção no mercado bancário com o PayPal e de começar a construir túneis para facilitar o trânsito nas grandes cidades, eis que o visionário nascido na África do Sul começou a vender lança-chamas.

O anúncio foi feito nas redes sociais no dia 28 de janeiro. Quatro dias depois, no primeiro dia de fevereiro os lança-chamas já estavam esgotados. Houve 20 mil “brinquedos” destes à venda a 500 dólares cada, o que perfez um total de 10 milhões de dólares (pouco mais de oito milhões de euros).

Visto que o produto foi vendido no website da The Boring Company, a empresa que quer criar túneis para facilitar o trânsito nas grandes cidades e onde também já tinham sido comercializados 50 mil chapéus com o logotipo da marca, os lucros poderão, eventualmente, ser injetados nesta empresa.

No começo da venda dos lança-chamas, havia a possibilidade de comprar também um extintor por pouco mais de 20 euros. No entanto, depois de ter sido amplamente acusado de vender algo potencialmente perigoso, todos os lança-chamas vão ser distribuídos com um extintor grátis.

Comentários