O bitcoin, a moeda virtual mais conhecida do mercado, teve um aumento de perto de 1000% em apenas um ano.

Um dos princípios de muitos investidores é comprar ações a preços baixos e mantê-las em carteira durante alguns anos. Simplificando, o objetivo é comprar a um preço baixo e vender a um preço alto. Foi com este método de Warren Buffett, CEO da Berkshire Hathaway, fez grande parte da sua fortuna inicial.

Nesse sentido, os bitcoins são um caso de estudo. A moeda virtual mais conhecida do mercado das chamadas cryptocurrencies vale, neste momento, perto de 8500 euros. Há apenas um ano, a moeda valia apenas 650 euros, o que significa que – num cenário hipotético – se tivesse investido 10 mil euros nesta moeda na altura, hoje, esse investimento valeria 130 mil euros.

O cenário agrava-se se, em vez de ter investido há um ano, tivesse investido em 2011. Em dezembro desse ano, os bitcoins eram avaliados em apenas 2,5 euros. O que significa que se tivesse sido um dos early adopters desta moeda virtual e fizesse o mesmo investimento, de 10 mil euros, hoje, teria 34 milhões.

Mas qual é o motivo para este dinheiro digital ter tanto valor? Uma das principais razões para o bitcoin ter tanta popularidade é o facto de as transações serem anónimas e não haver entidades governamentais nem bancárias a intermediar as operações.

Outro dos motivos que cria o valor na moeda prende-se com o facto do seu criador, Satoshi Nakamoto, ter introduzido o algoritmo que torna impossível haver mais de 21 milhões de bitcoins em circulação. Quando o mercado chegar a este limite, não há maneira de minar ou de produzir mais este tipo de moeda. Isto significa que há um limite para a desvalorização dos bitcoins através da inflação, sendo esta uma razões mais atrativas para os seus utilizadores.

Como é que se cria esta moeda? Os bitcoins são gerados através de complexas fórmulas matemáticas. Esta tarefa pode ser executada “à mão”, por programadores, ou através de sistemas que “minam” os bitcoins autonomamente (há vários tutoriais espalhados na Internet que o podem ajudar). Como descrito acima, quando for atingido o valor máximo de 21 milhões de moedas, não vai ser possível “minar” mais moedas deste género.

Quanto é que os bitcoins vão valer daqui a um ano? Sendo um novo fenómeno económico, é quase impossível fazer previsões. No entanto, há agências que apontam para que a moeda continue a crescer. Para Tim Draper, investidor em empresas como a Tesla, Hotmail e Skype, o futuro passa pelas moedas virtuais, sendo mesmo uma espécie de salvação para a próxima grande crise económica.

Comentários