A start-up fechou com sucesso uma ronda de financiamento Série B e captou 23 milhões de dólares.

A portuguesa Unbabel, uma start-up criada há quatro anos, e que alia a inteligência artificial com pós-edição humana à tradução automática, captou 23 milhões de dólares de investidores internacionais depois de concluída uma ronda de financiamento de série B. A Scale Venture Partners, a Notion, a Microsoft Ventures, a Salesforce Ventures, a Samsung Next, a Caixa Capital e a Funders Club são alguns dos investidores que se renderam à proposta da start-up nacional.

O investimento agora conseguido será canalizado para o desenvolvimento de produto e para a expansão internacional já que, com este reforço, a start-up vai conseguir levar a sua combinação de machine-learning e tradução de qualidade feita por humanos a mais empresas e países. Recorde-se que a plataforma de tecnologia desta start-up combina processamento de linguagem natural, Neural Machine-Translation, algoritmos de estimativa de qualidade e uma rede global de 55 mil tradutores, que juntos tornam possível traduzir com qualidade e a baixo custo.

Equipa fundadora da Unbabel

Como explicou Vasco Pedro, CEO da Unbabel, a empresa começou com a ambição de alcançar os 70% de utilizadores da internet que não falam inglês, nem mesmo como segunda língua. Contudo, frisou, que “a procura das marcas globais por uma solução que lhes permita dar apoio aos seus clientes na sua língua nativa cresceu tão rapidamente que a Unbabel precisa agora de dar este passo de crescimento para ser capaz de atendê-las”.

Booking.com, Skyscanner Ltd, Easyjet, Daniel Wellington, Buzzfeed, Eventbrite, Evernote , GoCardless, SoundCloud, Pinterest, Trello ou Vimeo são alguns exemplos de empresas, entre muitas outras, que já utilizam a Unbabel.

 

Comentários