A plataforma de crowdfunding imobiliário anunciou a primeira devolução de capital e benefícios aos investidores de um projeto realizado em Portugal

A Housers acaba de anunciar que distribuiu os 430 mil euros inicialmente investidos no projeto de uma nova construção, localizado no Porto, por um total de 717 investidores, 157 dos quais investidores portugueses.
A urbanização em causa está localizada numa das melhores zonas residenciais do Porto, incluirá 54 apartamentos de tipologia T2 e T3 com lugares de garagem e arrecadações, bem como zonas comuns, e tem como promotor o Grupo Aransa.

O projeto de modalidade “Taxa Fixa” foi financiado em abril de 2018 e foi a primeira oportunidade de crowdfunding imobiliário no Norte do país e a primeira desta modalidade em Portugal. Consistiu na concessão de um empréstimo colaborativo a um promotor para compra de parte do terreno e iniciar o processo de construção da urbanização.

Após o fim do financiamento e da linha temporal estabelecida, a taxa de retorno (TIR) para os investidores nesta operação foi ligeiramente superior aos 8%, dado que o projeto terminou um mês antes do período de 12 meses previamente estipulado, explicou a Housers em comunicado.  Além disso, e visto tratar-se de um projeto de “Taxa Fixa”, os investidores obtiveram rendimentos a partir do primeiro mês, sem terem de esperar pela construção total e venda do imóvel, até a amortização do empréstimo pelo promotor.

“Este é um marco bastante importante para a Housers, pois trata-se do primeiro projeto concluído em Portugal com a correspondente distribuição de capital investido, mostrando como este modelo de financiamento colaborativo está cada vez mais consolidado no país. Já é visto como alternativa para investidores particulares, que procuram na plataforma taxas de rentabilidades mais elevadas do que aquelas oferecida por outras modalidades convencionais. Para os promotores, este tipo de empréstimo é também uma solução alternativa ou complementar mais rápida para financiar diferentes tipologias de projetos imobiliários”, afirmou João Távora, responsável pelos mercados internacionais da Housers.

A Housers, recorde-se, chegou a Portugal em outubro de 2017 e já angariou cerca de 4 milhões de euros provenientes de mais de 1500 investidores portugueses.

Comentários