Bem, não são apenas start-ups, é todo o ecossistema. Como diz o ditado sobre criar uma criança, “it takes a village” para garantir que uma start-up emergente vença.

Sim, estou de volta. Este é o meu terceiro e último artigo sobre Evangelismo. Poderá “sintonizar” nas próximas semanas para um novo tópico. Até lá, vamos olhar com atenção para este tema e aprofundar a forma como o nosso grupo de Jedi® se envolve com o que aí vem…

Há dez anos, para que uma empresa se estabelecesse no mercado, exigia mais de 100 mil dólares. Agora, custa menos de mil. O resultado são milhares de start-ups criadas todas as semanas. Por outro lado – também é verdade – milhares de start-ups fecham portas todas as semanas. Assim, o trabalho dos fundadores é procurar maximizar as suas hipóteses de prosperar. Para que o consigam, são necessários parceiros e é aí que nós entramos.

Este mundo está repleto de incubadoras que ajudam a gerar ideias, empresas de capital de risco que procuram onde investir, aceleradores que ajudam a limar arestas e crescer, organizações oficiais que trabalham a fundo para criar o ambiente certo que equilibra o risco, o retorno e o desenvolvimento económico, e finalmente, os clientes que procuram novas soluções. Acrescem a este “bolo” dezenas de ferramentas de desenvolvimento online gratuitas, plataformas de Cloud e uma série de serviços que estão disponíveis – e dos quais precisamos – para nos ajudar a navegar nesta miríade de informação e dados.

No nosso ADN… está isso mesmo. Não ajudamos apenas com tecnologia ou através da disponibilização livre das nossas plataformas. Ajudamos com SaaS, marketing digital, damos insights sobre o que os clientes procuram, sobre o que é tecnologia de alavancagem e por aí adiante. Está a começar e precisa de um acelerador? Temos parcerias com dezenas em Portugal e centenas em todo o mundo. Precisa de ajuda para entrar em contacto com VCs? Ajudamos a propiciá-lo. Modelagem de negócios? Sim, também temos. Procura clientes? Leu o artigo da semana passada (aqui em inglês)? Se não, perdeu um exemplo perfeito de um Jedi® que abriu portas a start-ups.

Como o ecossistema trabalha de forma una, é difícil transformar as ideias em realidade. O maior desafio (e, ainda mais importante, a causa em si) é garantir que a comunidade cresça – tanto em dimensão, como em qualidade. É preciso equilibrar o que temos hoje e avançar em direção ao futuro.

Não estão convencidos de que o ecossistema é complexo e podemos trabalhar em conjunto? Então visitem-nos no Ativar Portugal 2017 e vejam com os vossos próprios olhos. Mergulhem connosco nas Deep Tech para compreenderem como estas são importantes no futuro, assistam a mais de 200 speed-datings para jovens empresas e conheçam mais de 40 start-ups e aceleradores que agarraram nos seus sonhos e fizeram deles uma realidade.

Obrigado por, mais uma vez, me terem dedicado alguns minutos do vosso tempo. Se gostaram do que leram, partilhem. Vou continuar a escrever uma coluna por aqui, pontualmente, por isso se tiverem ideias para futuros artigos, não hesitem em enviá-los.

Jason Nadal
Twitter: @JasonsNextGear / LinkedIn: rjasonnadal

Comentários

Sobre o autor

Jason Nadal

Jason Nadal é responsável pela área de Desenvolvimento e Empreendedorismo (DX), na Microsoft Portugal, designada a área do evangelismo. A seu cargo tem a relação com as audiências técnicas, com os objetivos de aproximar a empresa dos programadores, criadores de start-ups e estudantes, e de garantir que estes têm ao seu alcance a tecnologia e o software necessários ao desenvolvimento e criação de soluções e aplicações tecnológicas inovadoras. Ele próprio... Ler Mais