Conseguir a atenção dos investidores não é fácil, mas há estratégias que podemos seguir e que nos ajudam a conquistar alguns minutos da sua atenção no email.

Os investidores de capitais de risco recusam milhares de ofertas de potenciais empreendedores todos os anos e recebem múltiplas solicitações de financiamento todos os dias.

Apesar de não haver dúvida de que a existência de ligações à indústria ajuda, os e-mails frios, se bem escritos, podem ser um método muito eficaz de liderar os esforços de captação de recursos de uma empresa.

Mas como chamar a atenção de um investidor de risco ocupado, cuja caixa de entrada está saturada de solicitações?

Niv Dror, fundador da empresa Shrug Capital, de São Francisco, já esteve em ambos os lados da equação. Dror  levantou sozinho o seu próprio fundo com contribuições de VCs de alto perfil como Cyan Banister, do Funder Fund, assim como Marc Andreessen e Chris Dixon, da Andreessen Horowitz.

Num esforço para levantar o seu próprio fundo, Dror passou muito tempo a pensar sobre o que faz o pitch perfeito. Agora que recebe dezenas de emails de empreendedores todos os dias, está a oferecer os seus insights aos fundadores de start-ups que procuram financiamento.

Aqui estão as suas dicas sobre como fazer um picth, eficazmente, a um investidor.

  1. Mantenha o texto do assunto simples

“Se coloca no assunto algo que soe muito inteligente, soará a truque”, disse Dror. “Tem de ser autêntico”, aconselha. A sua melhor opção para conseguir que um investidor abra o seu e-mail é manter a sua linha de assunto tão direta e simples quanto possível.

  1. Faça com que seja pessoal

Deve concentrar-se em cultivar uma ligação pessoal desde a primeira frase, sugere Dror. “Deixe bem claro que é pessoal. Escreva uma frase sobre si mesmo. A pessoa do outro lado do e-mail está a perguntar: Quem é você? Por que está a enviar-me um e-mail?. Escreva o seu nome, diga o que faz e, em seguida, vá direto ao assunto”.

  1. Não se desculpe, nunca

Dror diz que muitas vezes recebe e-mails de pessoas que pedem desculpas por ocupar o seu tempo.

“Quando envia um e-mail a um investidor, não diga o seguinte: ‘Desculpe por o ter contatado. A propósito, quer investir 100 mil dólares do seu próprio dinheiro neste projeto que estou a fazer?”

A questão, diz Dror, é que isso faz parecer que o remetente do e-mail não valoriza o seu próprio tempo. “Quando as pessoas dizem coisas como: “Desculpe pelo e-mail, eu sei que está muito ocupado”, isso mostra que não respeitam o próprio tempo. Está essencialmente, a dizer à outra pessoa: ‘eu não valorizo o meu próprio tempo. Eu valorizo mais o seu tempo. O seu tempo é mais importante que o meu”, conta.

  1. Não peça nada

“A pior coisa que pode fazer é pedir algo num e-mail frio”, sugere Dror. “Não peça nada às pessoas, especialmente pessoas ocupadas que têm muitas coisas em mente”, acrescenta. Dror diz que tudo se resume a uma questão de enquadrar o seu pedido corretamente. Escreva o seu argumento não como um pedido de dinheiro, mas como uma oportunidade para o investidor. “Diga “Eu tenho isto. Quer entrar?”, frisa Dror. Desta forma não está a pedir dinheiro, está a dar-lhes uma oportunidade de investir.

  1. Não faça referência a coincidências triviais

Dror diz que tentar criar uma ligação através de conversa banal pode parecer superficial. Por exemplo, comentar sobre uma incubadora ou uma ligação universitária pode parecer um estratagema superficial de atenção.

  1. Demonstre credibilidade

“Tem de demonstrar claramente porque e como acredita no que está a pedir”, aconselha Dror. “Se disser que me formei em Stanford, isso não ajuda muito”, conta. Em vez disso, faça backup de todas as reivindicações feitas com exemplos claros e concretos. A melhor maneira de marcar o seu ponto: sustente o seu argumento com números concretos, feedback do utilizador, análises e dados.

  1. Antecipe as suas perguntas

Um pitch bem feito pensa no futuro e prevê qualquer dúvida que um potencial investidor possa ter. “Com cada linha, tem de antecipar o que a outra pessoa está a pensar”, disse Dror. “Tem de pensar sobre o que eles vão perguntar ou o que vão querer saber”, sugere.

  1. Não lhes diga o que pensar

“Não pode dizer às pessoas o que pensar”, afirma Dror. “Não diga coisas como: ‘Isto vai um grande projeto!’ Toda a gente faz isso. Eles dizem o que querem que alguém pense. Claro, pode ser verdade, mas tem de dar-lhes uma prova”, frisa.

  1. Em caso de dúvida, envie um elogio

Às vezes, lançar as bases para um investimento leva tempo. Dror diz que estabelecer contacto com um investidor através de um breve e-mail às vezes pode ser um método eficaz. “Por exemplo, poderia dizer: Gostei do artigo que escreveu, foi realmente útil”, disse Dror.

Comentários