Bem-estar é a área de atuação Edraturion, um projeto que deu origem a um kit misturador de ozono que pode ser aplicado em vários produtos. Em fase de protótipo, os criadores do equipamento procuram investimento para avançar para uma nova etapa.

Um kit que gera ozono e o mistura em produtos tão diversos como água, azeite ou gel de e banho, por exemplo, com notórios benefícios para o bem-estar dos utilizadores é a criação da Edraturion.

A primeira etapa
A equipa envolvida neste projeto é composta por três elementos: Bruno Felício, Sandra Silva e Sérgio Figini. Bruno Felício,Senior de Controlo, Automação e R&D, com mais de 15 anos de experiência com geradores de ozono industriais dedicados aos setores alimentares e de saúde, foi o mentor. Ao longo da sua carreira profissional trabalhou fora de Portugal com sistemas de tratamento por ozono industriais e, desde então, desenvolveu o seu interesse pelo potencial do ozono para os benefícios do bem-estar.
Sérgio Figini, médico de renome, especialista em ortopedia e traumatologia e vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Ozonoterapia, realiza tratamentos com ozono (Ozonoterapia), acredita no sucesso do Kit, e que este irá permitir uma melhor qualidade de vida a muitas pessoas, também integrou o projeto.

“Sendo o ozono o segundo bactericida mais poderoso e sendo 100% natural, com resultados comprovados no tratamento de muitos problemas que afetam a nossa sociedade, a procura por tratamentos por ozono tem aumentado cada vez mais”, explicam os fundadores do projeto.

Mercados de atuação
O mercado de atuação primordial é o mercado doméstico, embora futuramente, uma nova versão do Kit possa ser adequada aos laboratórios e clínicas. “Tendo em conta os benefícios do ozono, o seu interesse aumentou de forma a poder partilhar um sistema acessível a todos, permitindo assim a cada pessoa criar os seus próprios produtos ozonizados”, explicam os mentores do projeto

Os próximos passos: captar investimento
Neste momento, a maior dificuldade desta equipa está em conseguir encontrar os investidores necessários para dar início à realização do projeto. Angariar investidores para a disponibilização do capital necessário para dar arranque aos primeiros exemplares do Kit. Logo que o capital esteja disponível serão necessários cinco a seis meses para a fase de R&D e produção das primeiras unidades. O valor inicial necessário são 30 mil euros sendo que a Edraturion irá iniciar a fase de R&D assim que obtiver 20 mil euros. Durante este prazo, a empresa espera construir a toda a campanha de marketing, website, documentação e também disponibilizar pré-vendas do equipamento. O canal de venda é a venda por demonstração, uma vez que se trata de um produto que requer alguns cuidados. No entanto, a empresa aposta ainda na venda direta através de canais como o próprio website, Amazon, entre outros, que será sempre acompanhada por uma demonstração on-line.

Resumo
Responsável: 
Sandra Silva (Marketing e Promoção)
Área: Bem-estar
Produto:  Kit misturador de ozono
Mercado: Nacional e internacional
Necessidade: 
Investimento
Contactos:  sandra.silva@edraturion.com

 

 

 

Comentários