Para começar bem o ano, e ajudá-lo a atingir os objetivos a que se propôs para 2018, elegemos cinco discursos inspiradores de personalidades mundialmente conhecidas.

O fator mais interessante de qualquer pessoa são as experiências por que já passou. Os cinco discursos que se seguem são de pessoas que enfrentaram problemas, possivelmente, parecidos com os seus. Veja os vídeos e inspire-se para o novo ano que está a começar.

  1. Steve Jobs ensina-nos que nunca nos devemos conformar

O pai da Apple teve tudo menos uma vida fácil. Mesmo com um começo de vida complicado, Jobs provou ser capaz de enfrentar os desafios que lhe colocaram e, mesmo depois de ter sido expulso da empresa que fundou, o falecido génio conseguiu criar o iPhone, que hoje é assinalado como sendo o primeiro passo para uma das maiores disrupções do mundo dos telemóveis.

Neste discurso o fundador da Apple explica o quão importante é nunca nos conformarmos com os objetivos que as outras pessoas incutem em nós.

  1. J. K. Rowling aconselha-nos a não temer o fracasso

As dificuldades pelas quais a autora de Harry Potter passou são conhecidas do público em geral. Rowling viu os livros sobre o jovem feiticeiro serem rejeitados por dezenas de editoras. Independentemente disto, a autora continuou a tentar e o esforço compensou.

O discurso de J. K. Rowling em Harvard mostra o quão importante é nunca deixarmos de tentar.

  1. Barack Obama mostra que é possível lutar contra a maré

Este discurso é de 2004, cinco anos antes de Barack Obama se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos.  Na altura senador do estado de Illinois, Obama mostra que é possível lutar contra as probabilidades. De acordo com o seu discurso, se formos realmente apaixonados e esforçados podemos atingir qualquer objetivo.

  1. Jim Carrey revela que não compensa jogar pelo seguro

O ator e comediante explica que mesmo que joguemos pelo seguro há a probabilidade de falharmos e que, por isso, devemos adotar uma estratégia mais arrojada e arriscar pelo que realmente queremos. Carrey dá o exemplo do pai, que podia ter sido um grande comediante, mas que jogou pelo seguro e preferiu trabalhar como contabilista. O pai do ator foi despedido e a família passou por um mau bocado.

  1. Stephen Colbert explica-nos que não podemos planear tudo na vida

As pessoas mais felizes não são as que planeiam tudo, mas sim as que conseguem enfrentar os obstáculos imprevisíveis. É esta a premissa do discurso de Stephen Colbert, que também nos explica que a vida é como a comédia improvisada: nunca sabemos o que poderá acontecer a seguir. Resta-nos improvisar e dar o nosso melhor.

Comentários