As duas entidades reforçaram sua colaboração de longa data em prol da formação académica.

A Universidade Católica Portuguesa (UCP) e a Fundação Amélia de Mello (FAM) celebraram ontem um protocolo que tem como principal objetivo reforçar o apoio continuado da Fundação à formação superior e à educação ministradas pela UCP, com especial enfoque nas áreas de criação de conhecimento de nível internacional, inovação na sociedade, filantropia de impacto e investimento social.

Esta parceria, agora renovada por mais quatro anos, prevê, além da atribuição de bolsas a alunos com reconhecido mérito académico mas com dificuldades financeiras para concluírem a formação (seja uma licenciatura, mestrado ou doutoramento), o patrocínio à realização de algumas conferências integradas no ciclo de Conferências Internacionais “Futuros Globais”, promovido pela UCP por ocasião da celebração dos seus 50 anos; apoiar a “Cátedra Fundação Amélia de Mello”, que potencia a atração e retenção de talento internacional ao mais alto nível; ou, ainda, apoiar a publicação de uma série trimestral de “Insight Papers”, sobre investigação aplicada em Filantropia e Impacto, Inovação e Empreendedorismo Social, entre muitas outras vertentes.

Fundada em 1964, há várias décadas que a Fundação Amélia de Mello tem sido um parceiro constante no apoio ao desenvolvimento estratégico da UCP. De acordo com Isabel Capeloa Gil, reitora da UCP, este protocolo “assenta numa lógica de cocriação de valor e capacitação mútua. Permite alargar uma relação de longa data, adequando-a às novas necessidades de desenvolvimento da UCP e refletindo a vocação de intervenção no campo educacional e de responsabilidade social da Fundação”.

Por sua vez, Vasco de Mello, presidente da Fundação Amélia de Mello e Membro do Conselho de Orientação Estratégica da Católica Lisbon School of Business & Economics, lembra que a Fundação definiu a educação como a sua área essencial de apoio à sociedade civil e que, neste contexto, “merece-nos especial atenção a colaboração com as instituições de ensino que pratiquem um ensino de excelência, sendo a Universidade Católica Portuguesa um excelente exemplo”.

Comentários