Surpreender as pessoas e fazê-las felizes com as iguarias Bistrô Bekas. É esta a proposta de Isabel da Nova que produz confits, patês e pickles de produção orgânica, com 100% de azeite virgem extra, sem corantes e sem conservantes artificiais.

Cresceu à volta da mesa com a família e os amigos. Com base nestas memórias e inspirando-se na sua infância feliz, Isabel da Nova começou a recuperar a cozinha ancestral portuguesa e com o “saber da dieta mediterrânea a criar a simbiose perfeita entre a história pessoal e a da humanidade”.

Foi assim que criou o Bistrô Bekas, com a oferta de confits, patês e pickles, de produção orgânica, com 100% azeite virgem extra, sem corantes e sem conservantes artificiais.

“O nosso propósito é eternizar Portugal com todo o sabor! O Bistrô Bekas oferece ao cliente uma dieta equilibrada e saudável, assim como sofisticada e requintada!”, explica Isabel da Nova, a fundadora do projeto, ao Link To Leaders.

Tudo começou entre 2015 e 2016 quando fez a abordagem ao mercado para perceber a recetividade por parte do cliente. Percebeu que o cliente identifica “um valor acrescentado muito elevado no produto, diferenciando-o dos existentes no mercado pela sua singularidade de criação, como pela intimidade que colocava na mesa em casa de cada um”.

Em 2017 participa no seu primeiro evento, o Campo Pequeno Gourmet, que se revelou um mar de oportunidades. Com elogios e incentivo de restaurantes e wine bars, Isabel da Nova decidiu então dedicar-se a 100% ao negócio e avançar com o projeto Bistrô Bekas.

Nos dois últimos anos, explica, concentrou-se “na procura de uma estrutura que desse resposta à conformidade alimentar – cozinha de utilização industrial – e comecei atestar a capacidade produtiva e a apresentar o produto em mercados internacionais em operações de charme”.

Ganhou inclusive alguns prémios: “Em 2017 fomos premiados pela CATAA [Centro Apoio Tecnológico Agroalimentar de Castelo Branco], na categoria de Lácteo com a nossa Pasta de Pimentos, Queijo de Cabra e Poejo, desenvolvida no ano de 2016, no concurso AGROINOVAR”, conta.

Até agora, a empreendedora não teve investimento de terceiros, mas contou com o apoio de incubadoras, tais como a Amadora Inova, o Loures Inova e a Inovclauster Castelo Branco, assim como do Iapmei e da AICEP.

Objetivos para 2019

Para este ano, os objetivos são ambiciosos: “solidificar a estrutura e atacar o mercado de forma consistente com entregas rápidas, seguras e confiantes”. Mas, para tal, Isabel da Nova procura um investimento de 25 mil euros que será distribuído da seguinte forma, pelas diferentes áreas: produção (30%), comercial (15%), marketing (20%), social media (20%), recursos humanos (10%), tesouraria, fundo de maneio (5%) .

A empresária oferece o royalty de 7,5% até pagamento do empréstimo e participação de 2% na sociedade. “Este ano queremos criar a maturidade nacional e depois voar para mercados internacionais que estão disponíveis para receber o Bistrô Bekas nas suas mesas”, reforça.

Resumo:
Responsável: Isabel da Nova
Área: Alimentação
Mercado: Nacional e Internacional
Necessidade: Investidor
Contactos: geral@bistrobekas.com

 

Comentários