O jovem empreendedor brasileiro Bruno Leite procura um investidor para fabricar chinelos e alparcatas em Portugal.

Sempre que fazia viagens entre o Brasil e Portugal os amigos portugueses pediam a Bruno Leite para trazer havaianas, mais baratas e com maior variedade de modelos, do outro lado do atlântico.

Este foi o ponto de partida para que o jovem empresário, de 30 anos, pensasse na criação de uma fábrica de chinelos em Portugal, já que os que eram vendidos no mercado nacional tinham escassez de oferta e tamanhos  e preços acentuados.

“Vi a falta e a necessidade de uma fábrica 100% portuguesa, num mercado com um ótimo espaço para ser explorado. Após estudos de mercado resolvi montar a Canni Store com uma visão voltada totalmente para o público português e europeu como um todo”, explicou.

A empresa já está instalada, porém ainda não está preparada para vendas em grande quantidade, referiu o jovem empreendedor. Chama-se Canni Store mas os chinelos, e as alparcatas que também vai fabricar, irão ter apenas a designação “Canni”.

“A minha empresa será a primeira em Portugal a fabricar em larga escala este tipo de calçado”, explica o empresário. Mas não são simples chinelos, assegura. “Possuem a mesma qualidade das grandes marcas do Brasil, mas por menos da metade do preço, design muito superior. Um produto com fabrico em Portugal e uma coleção toda feita por designers portugueses”.

Com conhecimento do negócio no mercado brasileiro, Bruno Leite já comprou a maquinaria que chegará a Portugal dentro um mês e que permitirá o fabrico em grande escala. Brevemente, irá ainda assinar um contrato de exclusividade com uma empresa portuguesa para o fabrico de borracha microporosa, o que também reduzirá os custos do produto final.

A meta de venda para o primeiro ano de atividade centra-se nos 10 mil pares de calçado por mês. O empresário quer colocar expositores com a sua gama de produtos em superfícies comerciais, lojas e sapatarias. Posteriormente, planeia começar a exportar para França e Espanha. A venda online para toda a Europa é outro dos planos a implementar. Aliás, o site da empresa  – www.cannistore.com – começará a funcionar brevemente e em cinco idiomas.

Investidores, procuram-se
Para pôr em prática o projeto Canni Store  tal como está delineado, Bruno Leite procura um investidor. Necessita de 30 mil euros para comprar matéria-prima e começar o fabrico em escala. Neste momento, conta com dois consultores de negócios em Portugal que o apoiam localmente. “Já fizemos o Mimimun Viable Product que foi muito bem aceite, o feedback foi ótimo. A principal dificuldade é a falta de recursos para compra de matéria-prima para produção em larga escala”, reforça o jovem empresário.

Os próximos passos deste projeto passam, assim, por finalizar a referida parceria com a  fábrica de borrachas microporosas, iniciar o fabrico em larga escala e o investimento em marketing.

As coleções serão feitas seguindo as tendências de mercado e procurando ir ao encontro das preferências dos consumidores. Fabricar em exclusivo um modelo de chinelos massajadores é outra das apostas.

Bruno Leite apresenta os produtos que vai fabricar em Portugal

Resumo
Responsável
: Bruno Leite
Mercado: Fabrico de calçado (chinelos, alparcatas…)
Necessidade: Investidores
Contacto: cani.import@hotmail.com

 

 

 

 

Comentários