A empresa dona da Google vai construir uma cidade inteligente (smart city) nos subúrbios de Toronto.

O projeto vai ser levado a cabo pela Sidewalk Labs, a empresa subsidiária da Alphabet que tem como foco a inovação em espaços urbanos.

O primeiro anúncio foi feito em outubro de 2016, altura em que a empresa tornou pública a sua intenção de transformar 16 cidades americanas em smart cities. Pouco mais de um ano depois, a Sidewalk Labs assinou um acordo com a cidade de Toronto para criar um distrito tecnológico de 332 hectares no litoral da cidade.

O projeto, intitulado Sidewalk Toronto, quer tornar-se num hub para a inovação tecnológica. A visão da empresa passa por criar um espaço urbano centrado nas pessoas. Este feito vai ser atingido através da utilização de alta tecnologia que vai possibilitar a sustentabilidade, mobilidade, acessibilidade financeira e oportunidades económicas.

Alphabet vai construir uma smart city de raiz

No campo da mobilidade, a Sidewalk Toronto vai dispor da tecnologia que as grandes empresas da área estão a prever que seja implementada exponencialmente nos próximos anos. Isto incluí carros autónomos, ferramentas de navegação digital e alternativas como bicicletas e autocarros, de forma a tornar as deslocações mais baratas e convenientes. A junção de todas estas componentes pode levar a uma fluidez do trânsito nunca antes vista anteriormente.

De maneira a tornar a vida mais acessível em termos financeiros, a empresa quer utilizar novos métodos de construção mais flexíveis e baratos. No aspeto da sustentabilidade, a utilização de novos materiais virá também trazer menos consumo de energia e poluição.

A Sidewalk Labs quer ainda recolher mais informação (data) sobre as pessoas, de forma a conseguir criar ambientes e soluções que se adaptem melhor à população. E é a partir desta ideia que a empresa poderá começar a sentir mais atrito do público. A ideia de recolher informação sobre todos os aspetos da vida de um cidadão poderá não ser adequada a todos.

Alphabet vai construir uma smart city de raiz

Com o exponencial desenvolvimento da tecnologia e, consequentemente, melhoria no processamento de dados, a informação vai tornar-se no novo ouro do século XXI. O que leva à questão: estará a Alphabet a patrocinar esta iniciativa para pura e simplesmente conseguir recolher mais informação e lucrar com isso?

Comentários