Já fez as suas resoluções? Eis algumas maneiras de se manter em conformidade com os seus objetivos para 2018.

O ano está a acabar e muitos de nós pensam em criar novos objetivos para o próximo ano. Apesar de ser apenas uma mudança no calendário, esta altura é indicada para fazer uma autoavaliação de 2017 e pensar naquilo que pode melhorar nos próximos 12 meses.

O difícil neste exercício não é criar objetivos, mas sim entrar em conformidade com as metas estabelecidas. Os 10 passos seguintes podem ajudá-lo a ter sucesso nesta tarefa:

  1. Mantenha as suas resoluções simples

Não crie metas impossíveis de serem alcançadas. Este comportamento é meio caminho andado para que se desiluda. É importante que tenha consciência de todos os aspetos que deve melhorar, mas, caso a lista seja extensa, é importante que se foque em apenas algumas potenciais melhorias. O pode fazer nesta situação é centrar-se em dois ou três objetivos relevantes.

  1. Escolha com cautela

Se a lista de aspetos a melhorar for extensa, o mais provável é a escolha ser complicada. Tente concentrar-se nos objetivos que lhe tragam mais felicidade, saúde e um sentimento de realização. Deixar de fumar, por exemplo, pode ser um objetivo que, para além de saúde, pode fazer com que se sinta orgulhoso e feliz de ter realizado um propósito.

  1. Seja realista

Pense nas suas experiências do ano passado com as resoluções para 2017. O que é que o levou a falhar? Foi ter pensado em poupar uma quantidade de dinheiro pouco razoável ou perder muito peso? É importante colocar metas realistas que lhe deem prazer de cumprir. Pense que se colocar objetivos irrealistas vai acabar por desistir mais facilmente, o que pode rapidamente levá-lo a um sentimento de culpa.

  1. Planeie os seus objetivos

Estabeleça um plano para que consiga atingir o propósito mais facilmente. Este método é importante para que não caia nas mãos de um dos seus piores inimigos: a procrastinação. Por exemplo, estabelecer como meta poupar 1200 euros em 2018 pode ser facilitado se planear poupar 100 euros por mês. Ou se ambiciona perder 24 quilos no próximo ano, pode muito bem planear perder dois quilos por mês. Esta metodologia pode facilitar o sucesso das suas resoluções.

  1. Crie prazos

Esta é uma das componentes mais importantes da receita. Ir avaliando o seu percurso a curto-prazo é importante para que consiga atingir a meta. Agende datas no calendário para ir percebendo como é que está a correr o seu desempenho.

  1. Tome notas

Se já criou prazos é importante que anote as suas resoluções num caderno diário ou no telemóvel para que se vá lembrando dos seus objetivos. Podem não ser anotações escritas, mas fotografias ou algo que o faça lembrar aquilo a que se propôs. Na eventualidade de querer perder peso pode ir tirando fotografias com o telemóvel para se lembrar do progresso.

  1. Recompense-se

É importante que se vá autorecompensando à medida que cumprir as metas estabelecidas no calendário. No entanto, não coloque o objetivo final em causa com este ponto. Pegando no exemplo de perder de peso, não é boa ideia recompensar-se com chocolates. Um pequeno deslize pode eventualmente terminar numa catástrofe.

  1. Receba apoio

É em alturas de maior dificuldade que as pessoas à sua volta são importantes para o encorajarem. Escolha pessoas de confiança que o possam apoiar e que consigam tanto animar como encorajar em alturas de maior dificuldade. Se forem realmente bons pilares vão saber como agir nas alturas de maior dificuldade.

  1. Não desista

Tenha consciência de que um deslize pode acontecer em qualquer altura, mas que uma possível “queda” nunca se pode traduzir em “deitar tudo a perder”. É nestas alturas de maior dificuldade, que tem de aperceber que quanto maior ela for, maior será o sentimento de realização quando cumprir os seus objetivos.

  1. Coloque-se no comando

A meta só está ao seu alcance se tiver controlo sobre a sua vida. Ter poder e autodomínio é importante para atingir os fins delineados. As pessoas que culpam os seus pares por não conseguirem cruzar as desejadas metas, não têm coragem para mudar. Pode ser difícil assumir responsabilidades sobre o seu futuro, mas se o fizer é meio caminho andado para melhorar o seu estilo de vida.

Comentários