Comida para cão, drones e aplicações mobile. Estes são os setores em que as cinco start-ups europeias com maiores taxas de crescimento se inserem.

O ecossistema de start-ups europeu está longe de atingir o nível do norte-americano ou do asiático. Independentemente disto, o mundo tem visto grandes casos de sucesso a sair da Europa.

Apesar de já termos abordado o tema das start-ups europeias que mais cresceram nos últimos três anos – com a Deliveroo, a Thermondo e a Traventia Viajes a liderarem esta tabela -, trazemos-lhe agora mais cinco projetos deste género que, segundo a plataforma Pitchbook, estão a crescer aceleradamente.

Re:Infer

Sede: Londres, Reino Unido
Setor: software de comunicação
Taxa de crescimento: 2.962%
Último financiamento: 3M€
Data do último financiamento: fevereiro 2018
Fase do investimento: early-stage
Avaliação pre-money: 6.75M€
Avaliação post-money: 9.8M€

Utilizando software alimentado por inteligência artificial, a Re:Infer tem como missão tornar os dados de comunicação percetíveis e acionáveis, de forma a que os seus clientes possam detetar e responder a ocorrências de risco, condições de mercado e dificuldades técnicas. Entre os clientes mais sonantes da Re:Infer podemos encontrar a Farfetch.

 

Butternut Box

Sede: Londres, Reino Unido
Setor: alimentação animal
Taxa de crescimento: 1.966%
Último financiamento: 5.7M€
Data do último financiamento: janeiro 2018
Fase do investimento: series A
Avaliação pre-money: 10M€
Avaliação post-money: 15.8M€

Inserida num mercado em grande crescimento, a Butternut Box é uma plataforma que vende comida cozinhada para cães. Além de ter uma abordagem diferente ao mercado da alimentação animal – com a comida cozinhada -, esta start-up faz entregas ao domicílio. O investimento em start-ups ligadas a animais de estimação cresceu 334% nos últimos cinco anos.

 

Sky-Hero

Sede: Bruxelas, Bélgica
Setor: aeroespacial e defesa
Taxa de crescimento: 1.208%
Último financiamento: 2M€
Data do último financiamento: janeiro 2018
Fase do investimento: early-stage
Avaliação pre-money: 4M€
Avaliação post-money: 6M€

A Sky-Hero foca-se na construção de veículos aéreos, como drones e multicópteros (helicópteros com mais de dois rotores). O seu público-alvo varia desde entusiastas a profissionais, que utilizam os aparelhos para gravações de filmes, defesa, agricultura e resgate. Estes veículos poderão tornar-se o futuro das entregas não tripuladas. A Boeing investiu recentemente 14 milhões de euros numa start-up que promete tornar esse sonho realidade.

Glovo

Sede: Barcelona, Espanha
Setor: aplicação mobile de entregas ao domicílio
Taxa de crescimento: 607%
Último financiamento: 115M€
Data do último financiamento: julho 2018
Fase do investimento: series C
Avaliação pre-money: 185M€
Avaliação post-money: 300M€

Tal como muitas outras start-ups, a Glovo faz entregas ao domicílio. No entanto, o ponto de diferenciação desta start-up espanhola e uma Deliveroo, por exemplo, é o facto de fazer entregas de qualquer objeto que esteja disponível nas lojas parceiras.

Taxify

Sede: Tallinn, Estónia
Setor: aplicação mobile de mobilidade
Taxa de crescimento: 519%
Último financiamento: 147.85M€
Data do último financiamento: maio 2018
Fase do investimento: early-stage
Avaliação pre-money: 697M€
Avaliação post-money: 845M€

Conhecida como a Uber europeia, e contando já com mais de 10 milhões de utilizadores, a Taxify permite chamar um táxi através de um smartphone e pagar diretamente através da app. Esta start-up nasceu num país que, apesar de ter apenas 1,3 milhões de habitantes, tem dado provas do espírito empreendedor dos seus cidadãos.  

Comentários

Sobre o autor