Para start-ups em estágio inicial que procuram capital, o investimento de um business angel pode fazer toda a diferença. Conheça alguns dos nomes no feminino mais conceituados internacionalmente.

Embora tanto os Business Angels como os Venture Capital (VC) invistam frequentemente em empresas em estágio inicial, os primeiros investem próprio, geralmente em quantias menores. Por isso, os empreendedores em estágio inicial costumam recomendar a procura desses investimentos pessoais porque têm expetativas diferentes dos fundos de risco, que normalmente esperam ver o retorno em 10 anos ou menos.

O Business Insiders reuniu alguns das  mulheres Business Angels mais ativas internacionalmente, e que têm no currículo o apoio a centenas de empresas em estágio inicial que procuram crescer. Da lista fazem parte desde advogadas, developers, engenheiras e executivas que estão a financiar start-ups e a liderar o estágio inicial de investimentos em tecnologia.

  • Linda Xie – Ex-gerente de produto da Coinbase e investidora em start-ups de blockchain

O que faz: Xie é a co-fundadora e diretora administrativa da Scalar Capital, uma empresa de investimentos especializada em ativos de criptografia. Através da Scalar, investiu em empresas como Keep Network, MobileCoin, DFINITY, Kadena, Handshake e Oasis Labs.
Empresas em que investiu: dYdX, StarkWare, O (1) Labs, Celo e DIRT.

  • Cyan Banister – Ex-empresária

O que faz: Além do trabalho como parceira do Founders Fund de Peter Thiel, está envolvida em várias empresas como Naked Labs, Panda e Tagged. Em 2016, a TechCrunch concedeu-lhe o prémio Angel Investor of The Year.
Empresas em que investiu: Banister fez vários investimentos, incluindo na Uber, SpaceX, Naked Labs e Postmates.

  •  Lorine Pendleton – Advogada e assessora

O que faz: Além do seu trabalho na área jurídica, Pendleton é parceira da plataforma de investimento Portfolia, bem como membro da Pipeline Angels. Foi nomeada pela Marie Claire como uma das mulheres mais bem relacionadas nos Estados Unidos.
Empresas em que investiu: Cisse Trading, Traklight, Hire an Esquire, and Tastemakers Africa.

  • Joanne Wilson – Investidora e uma figura influente no cenário tecnológico de Nova Iorque

O que faz: Trabalhou no retalho, meios e tecnologia antes de se tornar uma business angel. Fez o seu primeiro investimento em 2007 e, normalmente, investe em empresas fundadas por mulheres.
Empresas em que investiu: Investiu em mais de 90 empresas, incluindo Shippo, Food52, Sweeten, Vengo, Nestio, Shippabo, Flip, Clutter e Union Station.

  • Masha Drokova  – Criou a Day One Venture e fundou um estúdio RP

O que faz: Através da Day One Ventures, Drokova financiou empresas como Superhuman, Catalog, DigitalGenius e FutureFamily. Atua também como consultora da organização sem fins lucrativos Oceanic.
Empresas em que investiu: Digital Genius, Filecoin, Orchid, Truebill, Privacy, NtechLab, Hive, and Radical Meditation.

  • Ellen Pao – Ficou mediática ao processar a Kleiner Perkins Caufield & Byers por discriminação de género

O que faz: Depois de deixar Kleiner Perkins, Pao foi CEO interina do Reddit antes de renunciar em 2015. Atualmente, lidera o projeto sem fins lucrativos, que fundou em 2015 para criar um ambiente de trabalho justo para trabalhadores de tecnologia.
Empresas em que investiu: Reddit, Periscope Data, GoTenna, Abacus, Interana e Flex.

  • Terri Hanson Mead  – Ex-vice-presidente do grupo de risco Sand Hill Angels

O que faz: Além do seu trabalho de investimento, é presidente da Solutions2Projects, uma empresa de consultoria de TI.
Empresas em que investiu: Zum, TomboyX, Tactical Haptics, Tueo Health e Sandstone Diagnostics.

  • Christine Tsai – CEO do fundo global de capital de risco 500 Start-ups

O que faz: Antes de fundar 500 Start-ups, trabalhou na Google e no YouTube, onde lançou e comercializou vários produtos para developers, incluindo Google Adsense, Google Analytics, distribuição do YouTube e Developer Tools.
Empresas em que investiu: Twilio, SendGrid, Credit Karma, Grab, Carousell, Udemy, Kudo, Makerbot, Wildfire, Viki, Canva, IPSY, TheRealReal, and FabFitFun.

  • Hope Taitz – Fundadora da empresa de gestão de fundos Catalyst Partners

O que faz: Membro do conselho em várias empresas, incluindo a Summit Hotel Properties, a Greenlight Capital e a Athene Holding. É especializada em assessorar empresas em tecnologia voltada para o consumidor.
Empresas em que investiu: TapCommerce, Flatiron School, ATTN, Skimm, Xperiel e Rockets of Awesome.

  • Rima Reddy – Diretora do XRC Labs, um acelerador de consumo e retalho em estágio inicial

O que faz: Através do XRC Labs, Reddy fez várias ofertas, incluindo LuvThat e VisuWall. Antes de ingressar na XRC Labs, Reddy trabalhou como analista de pesquisa de acções na Goldman Sachs.
Empresas em que investiu: Wheeli, Upton Belts

  • Jenny Fielding – Diretora administrativa da Techstars

O que faz: Além do seu trabalho na Techstars, comanda o The Eclectic Fund, um fundo de estágio inicial voltado para tecnologia. Anteriormente, fundou a plataforma móvel Switch-Mobile, adquirida em 2009.
Empresas em que investiu: Investidora em mais de 70 empresas, incluindo Latch, Chainalysis, Morty, Tempo Automation e Parsley Health.

  • Diane Henry – Fundou a empresa imobiliária Red Real Estate

O que faz: Fundou a rede de investimentos anjos Rogue Capital Collective, sediada em Nova Iorque. É uma defensora de mulheres e minorias em tecnologia e fala frequentemente sobre empreendedorismo e inovação.
Empresas em que investiu: Partpic, Mogul, Rentlogic, Financial Gym, Stylinity, e Arctaris Michigan

  • Esther Dyson – Nomeada pela Fortune como uma das mulheres mais poderosas do mundo

O que faz: Está envolvida na indústria de tecnologia desde o início dos anos 80 e tem estado ativa na política como presidente da Electronic Frontier Foundation. Dyson é a autora do “Release 2.0: Um design para viver na era digital”, um livro que trata do anonimato, privacidade e liberdade de expressão. É também fundadora da Wellville, uma organização sem fins lucrativos de saúde, onde atualmente é presidente executiva.
Empresas em que investiu: Entre os muitos investimentos estão empresas como 23andMe, Square, Evernote e ClassPass.

  • Jennifer Lum – COO e co-fundadora da empresa de dados Forge.AI

O que faz: Antes de fundar a Forge.AI, ajudou a construir quatro start-ups para aquisição, incluindo Adelphic, Quattro e m-Qube.
Empresas em que investiu: Lum investiu em mais de 30 empresas, incluindo Beeswax, Blokable, TribeHR e Kinvey.

  • Laurel Touby  – Ex-jornalista de negócios

O que faz: No início da sua carreira, criou o site de recursos para jornalistas mediabistro.com. Mais tarde, fundou a empresa de microempresários Supernode Ventures.
Empresas em que investiu: Braze, LaunchMetrics, PeerIQ, Credijusto, Click Therapeutics e AlphaHQ.

  • Ali Rosenthal – Foi membro fundador da equipa do Facebook Mobile

O que faz: Depois de sair do Facebook, juntou-se à Greylock Partners como executiva em residência, onde se concentrou em investimentos em dispositivos móveis para consumidores. Fez o seu primeiro investimento em 2011.
Empresas em que investiu: Foram mais de 20, incluindo Ipsy, Envoy, Figma, Unidade Q, Atticus, Nova Credit e Stick.ai.

  • Angela Lee  – Fundadora de quatro start-ups e de uma rede de investimentos de 37 BA

O que faz: Começou a sua carreira como gerente de produtos e consultora estratégica na consultoria McKinsey. Além do seu trabalho como empreendedora e investidora é reitora associada da Columbia Business School, onde ministra cursos de liderança e empreendedorismo.
Empresas em que investiu: É investidora em 20 empresas e três fundos. Entre eles, o Kinsa Health, o Alice App, o Board Vitals e o Lingo Live.

  • Kellie Menendez  – Co-fundadora da empresa de decoração e design Half Full Decor

O que faz: Esteve entre os membros fundadores da empresa de capital de risco Oakhouse Capital, com sede em São Francisco. É um membro ativo do grupo de invstimento Pipeline Angels.
Empresas em que investiu: Saathi Inc, MadeBos, eShares (Carta Inc.) e Zipline.

  • Valentina Vitols Bell  – Ex-consultora política e investidora em empresas com impacto social

O que faz: Atua em várias comunidades de anjos, incluindo Pipeline Angels, Alliance of Angels e Hera Angels. É também uma parceira limitada da Next Wave Ventures e da Portafolia.
Empresas em que investiu: Entre as empresas nas quais a Vitols Bell investiu estão a Blokable, a Evrnu, a Wildfang, a Blendoor, a BridgeCare e a Cone & Steiner.

  •  Shannon Grant – Envolvida com start-ups e fundos de risco há mais de 15 anos

O que faz: É co-fundadora da Annie’s Capital, um fundo de investimento. É uma figura ativa dentro da comunidade blockchain, onde lançou a campanha #SatoshiIsFemale para envolver mais mulheres na comunidade blockchain.
Empresas em que investiu: Smitten Ice Cream, Coffee Meets Bagel, 4DX Ventures, 22X Fund, and DocCheer.

Comentários